O peso de um simples número

09 outubro 2019


Sei que é isto é apenas um número e que ninguém é “apenas” um número. 

Mas sei também o que é ser julgado e hostilizado, por causa de um número.

 Muito além disso, sei o que ele representa quando se trata de saúde. 

Física e emocional. 


A frase “você é mais que um padrão” é linda!! 

Triste é saber que em detrimento dos padrões impostos por uma sociedade hipócrita e medíocre, o que está em questão é a vida de alguém. 


Alguém que sofre com uma doença que embora cresça a cada dia, ainda é vista como desleixe, preguiça e até safadeza. (odeio todos esses adjetivos)

Este número pra mim, significa que por quase uma década, tenho conseguido vencer a luta contra a minha doença. Através da cirurgia bariátrica. 

Através dos meus esforços diários. Apesar de uma sociedade que oprime o obeso, mas questiona a única forma de tratamento que a mantém sob controle.

 Sociedade doente, que na era da informação insiste em se manter desinformada e sem a menor pretensão de se colocar no lugar do outro.

#maisempatia #lugardooutro





















Sempre em frente

07 outubro 2019

Os dias escorrem silenciosos enquanto eu me divido entre planos, pesquisas, estudos e preparativos, momentos de euforia, momentos de ansiedade, exercícios de paciência e as tarefas de um cotidiano que ainda não pode ser deixado para trás. As mudanças previstas para este ano e também aquelas para as quais foram lançadas as sementes, mas que só devem dar frutos a longo prazo, já estão afetando o meu dia a dia. Aquele momento em que percebo que estou com os pés no ponto exato. Mais um passo e estarei dentro de um redemoinho de onde só poderei sair para encontrar tudo mudado. De uma maneira ou de outra. É bom ter planos novamente. É bom sentir que estou caminhando. Que estou seguindo em frente.

NOITE ADENTRO

06 outubro 2019



 Às vezes a euforia interior me faz pensar, pensar e simplesmente não conseguir desligar. Vontade de deitar, me aconchegar no travesseiro macio, no cobertor quente e simplesmente apagar. Adormorrer por horas e acordar no dia seguinte restaurada e pronta para o recomeço. Mas isto não faz parte do roteiro criativo de uma mente pensante como a minha, que é no silêncio da madrugada que se torna produtiva. Quando todos se vão é minha hora de chegar e os pensamentos desordenados, parecem brigar entre si para saírem da cabeça e ganharem forma no papel. Aliás, há muito não escrevo no papel! Digito vorazmente como se a penumbra e o silêncio do quarto fossem o combustível para as palavras. De fundo, o tic tac do relógio que até inspira. Quem escreve quer ser lido, mas as vezes sinto que transformar os sentimentos em textos que possam ser analisados depois por mim mesma, foi a forma que meu inconsciente encontrou para organizar os pensamentos. Devaneios, divagações, uma Lu que eu mesma às vezes desconheço, se revela a mim quando meus dedos encontram o teclado ou uma 'caneta e um pedaço de papel' como outrora já fazia. Meu silêncio. É a parte mais barulhenta em mim e ouví-lo,  me faz bem. Talvez este lado ainda tão desconhecido seja o melhor em mim… Não sei. Só sei que noite adentro, mais uma vez aqui estou em um momento íntimo e particular de auto conhecimento. E sentimentos contraditórios… 

Hoje eu escrevi uma reflexão, com muito amor...

26 setembro 2019



Reflexão pra nós...



O respeito ao outro, ao diferente, a aceitação ao que não é tão comum. Atitudes simples, que deveriam fazer parte da essência do ser humano. De todos. De cada um. Como em uma grande linha de montagem, onde cópias padronizadas pudessem se tornar exemplares únicos e individuais de uma mesma espécie. As maneiras como uma pessoa hostiliza a outra simplesmente pelo fato de se sentir superior, é algo assustadoramente cruel. Como podemos nos sentir superiores, se somos todos tão semelhantes? Que superioridade é essa, que torna infeliz aqueles a quem deveríamos ter como nossos iguais? O tempo todo em nossa vida somos marcados na semelhança e na diferença. São estas diferenças de cor, de crença, de raça e de pensamentos, que nos fazem ser quem somos, com características únicas que nos tornam singulares e especiais. A cor da pele, a textura do cabelo, o volume do corpo. São estes detalhes que colorem a vida.

Você já parou pra pensar em como poderia ser doloroso, se ouvisse as mesmas coisas que você diz ao outro? Já se imaginou sendo vítima das mesmas crueldades que te fazem sorrir e zombar do outro? Nossas atitudes refletem quem somos e o que fazemos, tem muito mais valor do que aquilo que dizemos. Vivemos em uma sociedade que não foi educada para conviver com as diferenças, onde ser igual tornou-se regra e aquele que não se encaixa, muitas vezes é excluído, deixado à margem. 

Mas não precisamos ser assim. Todos os dias ao acordar, temos a chance de fazer algo de bom. Podemos a cada amanhecer nos empenhar em inventar uma versão melhor de nós mesmos e semear amor onde quer que estejamos. Olhe para dentro de si mesmo, reveja conceitos, refaça planos. Mude o que te incomoda, mas não tente mudar o outro. 

A cada um cabe suas próprias escolhas. Aquele que usa sua energia para fazer o bem ao invés de espalhar o mal, está sempre com um sorriso no rosto e recebe de volta a gratidão. Seja grato. Deixe pra trás inseguranças, medos e incertezas. Às vezes é necessário encontrar em nós mesmos uma motivação que impulsiona a vida, para nos reconhecermos no outro e nos colocarmos no lugar do outro. Quando nos damos conta de que não existe ninguém melhor que ninguém, percebemos que é nas diferenças, que enfim nos igualamos e começamos a nos tornar pessoas realmente melhores. O desejo de superar o outro é mesquinho, pois somente quem consegue superar a si mesmo, tornando-se a  cada dia um pouco melhor do que o era no passado, conquista a sabedoria necessária para amadurecer e aceitar a si mesmo e ao próximo.


Avaliação e acompanhamento pré e pós cirurgia bariátrica

13 março 2019

Oi pessoal!!Acho  incrível a maneira como ainda me sinto tocada pela escrita. A academia toma praticamente todo o tempo. Fim de curso então... Posso dizer que minha vida tem se resumido em estudar, comer, dormir e continuar estudando. Leio muito, escrevo muito, durmo pouco e como, o necessário. Mas esta é a vida que amo e sempre quis! Nunca estive tão certa do que quero fazer pelo resto da minha vida. Psicóloga clínica especializada em avaliação e acompanhamento pré e pós bariátrica. Que nome gigante, não é mesmo? É o nome que define o que farei com todo o meu carinho e empenho, para ajudar os candidatos a essa mudança tão radical no estilo de vida.

Cirurgia bariátrica como já falei um milhão de vezes, nunca foi milagre e é um tratamento onde a adesão do paciente é peça fundamental . É comum ouvirmos ou mesmo convivermos com pessoas que operaram e tiveram recidiva de peso. De acordo com a literatura os aspectos psicológicos podem desestruturar o funcionamento biológico do indivíduo, em variadas proporções. Como a obesidade não é uma doença apenas física, não adianta tratar só do corpo. Devido às suas multidisciplinaridades de causas, devem ser múltiplas também as formas de enfrentamento. Por tudo o que tenho acompanhado desde que operei, cheguei a uma conclusão. Em maior proporção, quem recupera o peso eliminado ou desenvolve outro tipo de compulsão depois da cirurgia, são as pessoas que ao invés de passarem por um processo de avaliação e acompanhamento pré e pós cirúrgico, apenas passam por uma ou duas consultas psicológicas, com a finalidade de conseguir um laudo. 

Como tudo na vida tem um preço, o que se paga pelo despreparo pode ser alto demais. Sabendo disso, mas tento vivido o outro lado onde o desespero por emagrecer é muito grande, entendo perfeitamente o que os obesos sentem quando procuram a medida mais drástica de tratamento. Tento então compreender as motivações que levam o indivíduo a colocar até mesmo sua saúde em risco, para conseguir adiantar um pouco este evento tão sério. Com habilidades e competências adquiridas em cinco anos de graduação e investimentos que venho fazendo para uma formação sólida, em breve estarei pronta para auxiliar nesta, que é apenas uma, das várias etapas que constituem um processo bariátrico.

Bjooosssss

E até a próxima!

Uma super dica para compartilhar com vocês!

12 março 2019

Bom dia, blogosfera!!!
A pessoa que vos fala, anda em ritmo supeeeerrrr acelerado ultimamente e o motivo vocês já sabem, não é mesmo? Fim de curso! Falta  pouco para poder vir aqui compartilhar fotos de uma muito sonhada formatura!Quase cincos anos se passaram e nem acredito. O tempo parece ter voado desde que decidi me capacitar para ajudar  pessoas que buscam superar a obesidade. Controlar a alimentação ao invés de ser controlada por ela, sempre foi  um dos meus grandes desafios diários e sei que é o de muitas outras pessoas.

A psicologia tem me ensinado muitas coisas e uma delas é que nunca saberei o suficiente. O ser humano, como ser de falta, é muito complexo. Com isso o alimento ocupa um lugar que parece suprir ou tamponar todos os nossos vazios existenciais. Grande ilusão... Eu sei que não serei boa o bastante em nada, se não me debruçar sobre os estudos e me dedicar genuinamente. Principalmente quando estudo um tema tão delicado. Tenho compreendido o real sentido de escutar, e de como isso é diferente de ouvir. A ler o ser humano de uma maneira que nem imaginei existir e já consigo ver os distúrbios alimentares sob outra perspectiva.

Enfim, tenho colocado muitas coisas em segundo plano para concluir esta graduação da melhor forma e com o padrão de qualidade que considero ideal. Por este motivo vim compartilhar com vocês algo que talvez muitos já tenham conhecimento, mas eu que ando meio ausente das navegações cibernéticas descobri há pouquíssimo tempo e estou muito empolgada! Já ouviram falar no cupom válido? É uma forma de adquirir online, cupons de desconto que podem ser utilizados em várias compras e com isso economizar muito. Vou confessar que nunca "botei muita fé" nessas mágicas. Sempre achei que fosse enganação e não tenho tempo nem interesse em ser enganada.

Porém, agora que sou uma escritora/universitária em tempo integral, (*leia-se, não gero receita) os gastos acabam pesando e a palavra desconto aparece reluzente pra mim. Não resisto! Pessoal, são muitas lojas parceiras e funciona de verdade! Dá para poupar em quase tudo o que se compra e é tão simples que nem acredito que ignorei isso por tanto tempo! Eu já estou utilizando em aplicativos de transporte como uber e 99 táxi, lojas americanas, drogarias araújo, milhas e o melhor... Livrarias!! Os livros acadêmicos caríssimos e pesados, agora me acompanham no kindle por onde vou e gasto o mínimo!  Ahhhhh, inclusive ganhei desconto para comprar meu  kindle! (empolguei mesmo!!)
Conheça o programa e os parceiros, aqui!

Bem, gente, por hoje era isso!

Deem uma olhada caso achem válido e se gostarem venham me contar!!Em breve voltarei para postar como anda a rotina alimentar, agora que preciso comer na rua muitas vezes por semana. Acreditem, esta  bariatrizada consegue facilmente comer bem, com alimentos de qualidade, sem ganhar peso, mesmo se alimentando fora de casa!  
E sem gastar uma fortuna!!
Bjosss pessoal!
 Tenham uma excelente terça feira!

Mais um fim! Logo, mais um recomeço!

23 novembro 2018

Só vim mesmo para registrar que mais um semestre acadêmico está chegando ao fim!
Estou exausta, mas muito satisfeita por estar quase concluindo esta etapa!
Por aqui, no que diz respeito ao peso pós bariátrica, continuo firme e focada!
Já são praticamente oito anos de vida saudável e transformada. Atribuo este sucesso aos bons profissionais que me acompanham e claro, à minha dedicação e disciplina!
Beijo grande a vocês e que tenhamos bons encontros!

Dr. Hemerson Paul Vieira Marques - Desligamento da CVE.

26 julho 2018

Bom dia pessoal!
Há uns meses venho recebendo várias mensagens de pacientes preocupados com o " boato" de que o Dr. Hemerson não mais atenderá na CVE - Clínica Cirúrgica Vídeo Endoscópica.
Embora compreenda muito bem os motivos desta preocupação, não poderia me manifestar antes de ter informações concretas.
Na seção de "perguntas frequentes" que recebo, uma das questões mais recorrentes é sobre as causas do afastamento, mas acredito que para nós pacientes não é isso o que importa, não é mesmo? 😏
Logo, ao que nos cabe, os esclarecimentos me chegaram através do próprio doutor.
Então vamos a eles!
Não são boatos.
A informação é verdadeira e realmente muito em breve nosso doutor não mais estará atendendo na CVE.
Contudo, entretanto e porém, ninguém ficará desamparado! Não se esqueçam de quem estamos falando!
Prova disso é seu cuidado em se desligar gradualmente, para que os pacientes não sejam prejudicados e consigam se organizar da melhor forma.
Os telefones e  locais de atendimento por enquanto, são estes da imagem, conforme 'doctoralia', para quem quiser dar uma conferida.
Para maiores informações podem visitar sua página pessoal, que tem uma postagem recente e mais detalhada, escrita por ele mesmo.
Se ainda não conhecem, cliquem aqui.
Lá saberão inclusive, sobre a situação dos convênios durante o período de transição.
Aproveitem para salvar o link e acompanhar as publicações, pois logo teremos informações sobre o novo consultório.
Enfim, gente...
Por hora é isso e no mais, só posso desejar muito sucesso ao meu nosso doutor nessa nova fase, pois ele merece demais!!
Bjosssss
A todos vocês!

"Recalculando rotas" - Será que isso é mesmo necessário?

16 junho 2018




O que dizer após mais de um ano sem escrever no blog? Senti muita falta de estar aqui trocando experiências. 
Talvez vocês se perguntem o motivo do meu sumiço ou até vejam como negligência aos meus leitores. Nada disso, meus queridos! Acontece que como já disse em outras oportunidades, sou focada e priorizo aquilo que realmente considero importante. Neste momento minha maior prioridade é concluir a graduação em psicologia. E prezo fazer isso com excelência. Tanto o blog quanto as demais redes sociais, ocupam muito do tempo que eu poderia usar para estudar. 
Durante o período de desativação, recebi inúmeros emails de leitores que vinham em busca de auxílio nos textos antigos e não encontravam a página. Resolvi então colocar o domínio “no ar” novamente, pois sei que os arquivos existentes, podem de fato ser úteis. Com a página em funcionamento, certamente não conseguirei ignorá-la ou simplesmente deixá-la “às moscas”. Contudo as publicações não serão regulares. Comprometo-me apenas a abordar temas relevantes, sempre que considerar pertinente. Em meu primeiro livro, Vida de Borboleta, compartilhei a promessa que fiz naquela mesa de cirurgia. Não pensem que deixei de cumpri-la quando escolhi me ausentar das redes sociais. Pelo contrário, decidi me especializar no assunto para ajudar de verdade a quem precisa, porém sem comprometer minha saúde física e mental. Passar horas na internet respondendo a centenas de perguntas, me adoeceu. Ficar acompanhando pessoas em consultas, exames e levando desconhecidos para minha casa, tirou a paz da minha família.
Ajudei? Sim! Me arrependi? Jamais!
Aprendi muito em cada situação vivenciada e cresci com todas elas.
Uma pessoa que respeito muito, certa vez me disse que quando a ajuda que oferecemos nos prejudica, deixa de ser ajuda e vira alienação. Fico feliz em saber que errei muito, mas que o fiz, tentando acertar. Eu descobri que o que estava fazendo era caridade. Gesto nobre, entretanto não foi este o tipo de ajuda a que me propus. Tampouco é o que as pessoas que me veem como referência para alguma coisa, esperam de mim.
Agora sei que estou no caminho certo me preparando para oferecer ajuda profissional, afinal, é disso que precisa uma pessoa que sofre com distúrbios alimentares.
Ainda falta um tempo para me tornar psicóloga, mas sigo me aperfeiçoando  para ser a melhor profissional que puder. Continuo escrevendo meus livros e concluí uma formação em coaching, a fim de antecipar minha inserção no mercado de trabalho. Realizo palestras com o foco voltado para prevenção e controle da obesidade e é assim que espero que contem comigo. É este o tipo de ajuda que posso e que estou disposta a oferecer, a quem se interessar!
Grande abraço!

A sós comigo...

29 março 2017


E mais uma vez, lá se vai o ano passando voando. As coisas acontecendo todas de uma vez, sem folga, sem trégua.

Não consigo parar para respirar, imagina então se conseguiria escrever a respeito...

Rascunhos enchendo o caderno de textos e se acumulando, sem que eu tenha tempo ou chance de postá-los.

Nem me acostumo com uma novidade e já vem outra notícia mais nova e a  atropela.
Não me deixo estressar com isso.

 Escrever aqui ainda pode ser só um hobby, um hábito que embora não mais tão constante ainda me proporciona muito prazer...

Já tenho que por obrigação escrever tantas outras coisas...

É bom as vezes poder ter essa leveza descompromissada...

#divagando
^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo