Exemplo de dieta pastosa.

26 junho 2015

Oi gente!!!
Eu tenho recebido inúmerossssss pedidos de um modelo de dieta pastosa e então busquei lá no baú dos guardados, esta que eu mesma segui.
Lembrando que operei há quase cinco anos, que este é só um modelo, que os alimentos  consumidos já estavam liberados pela minha equipe médica e que cada organismo reage de um jeito peculiar.
Lembrando também, galera, que não sou nutricionista e que tudo o que posto aqui ou nas minhas demais redes sociais, é baseado apenas na minha própria experiência!!
Com base neste cardápio dá pra usar a criatividade e montar um especial de acordo com os gostos e preferências de cada um!!
Bjossss




DIETA PASTOSA

====================================

7 h Café da Manhã:
Mingau de aveia (3 colheres de sopa) ou mucilon de milho ou arroz.

10 h Lanche da manhã:
Purê de frutas (3 colheres de sopa) amassadas com garfo  


12 h Almoço::
Purê de legumes (1 col de sopa)
Caldo de feijão (1 col de sopa)
Proteína => (1 colher de sopa) carne, frango, peixe moído ou bem desfiadinho ou 1 gema de ovo no máximo 3 x na semana

15 h Lanche:
Iogurte diet/light (70 ml ou 3 colheres de sopa) ou mingau feito com leite desnatado

17 h:
1 unid de polenguinho LIGHT ou 1 fatia fina de queijo minas

19 h Jantar:
Sopa de legumes e carne ou igual ao almoço - 100 ml
Os legumes recomendados para sopa são:batata, inhame, cenoura,chuchu, beterraba, abóbora, abobrinha sem casca, beringela, batata baroa

21 h Lanche da noite:
Purê de frutas - 3 col de sopa rasas

23 h Ceia:
Vitamina de frutas (70ml)

A grana tá curta? Vida saudável não custa assim tão caro!!

25 junho 2015

Gente, a vida inteira eu ouvi reclamações de que para se fazer uma boa dieta, gasta-se muito dinheiro!
Não só ouvi, como também já defendi esta ideia!
De fato custa caro inserir no nosso cardápio diário alimentos novos, diferenciados e aos quais não estamos habituados a comer.
Alimentos de dietas elaboradas da mídia, ou as famosas orientações nutricionais que muitos "especialistas" tiram de dentro da gaveta e no máximo trocam nosso nome no topo da folha.
Enfim, depois de operar o estômago e ter sido obrigada pelo bisturi, a mudar os meus hábitos, aprendi primeiramente a eliminar da minha vida, a palavra dieta!
Sim, no dicionário deveria ser incluso mais um sinônimo para esta palavra. Acrescentei ao meu dicionário pessoal!
Dieta = Fracasso
O correto é fazer a famosa REeducação alimentar, lembrando que quem precisa ser REeducado, é porque na verdade nunca foi bem educado, né?
Não estou querendo ofender a mãe de ninguém, viu gente!
Mas verdade seja dita, se fôssemos bem educados não precisaríamos ser REeducados.
Então partindo deste princípio, fica fácil e com preço acessível, comer bem.
Mas precisamos querer e nos esforçar pra colocar isso em prática!
Hoje falando em quantidades, sei que funciona bem, reduzir tudo o que se come a um terço.
Assim no começo você não se priva do que gosta, mas reduz as quantidades. (comer de tudo, sem comer tudo, lembram?)
Outra dica é caprichar nos legumes e frutas da época, são mais baratos, mais saborosos e dá pra fazer pratos incríveis com eles.
Nesse frio as sopas cremosas e caldos, salvam!!
Deixe na geladeira e armários, lanchinhos para as emergências, de preferencia prontos para o consumo.
Isso evita os ataques desnecessários aos alimentos mais calóricos como biscoitos, bolos, pães e doces.
Não fique muito tempo sem se alimentar. Juntar fome é um perigo e até a gastroplastizada que vos fala, sente que tem um furacão na barriga quando passa do horário de comer.
Eu levo marmitinhas saudáveis na bolsa, no porta luvas do carro e para onde quer que eu vá.
Isso evita que na hora da fome acabe tendo que recorrer a uma bela e gordurosa (ecaaaaa) coxinha de rua.
O meu celular desperta a cada duas horas e meia.Três é muito pra mim.
Também costumo manter uma listinha do que pretendo comer no dia seguinte e no máximo, troco os ingredientes. Evito incluir.
Parece clichê, mas ato + ato + ato, acaba virando hábito e ficar abrindo exceções todos os dias no fim de muitos dias, muitos quilos podem aparecer na balança. Quem não se programa acredita que foi "do nada"!
Para se exercitar também não precisa gatar muito!!
"Ahhh Lu Fernandes, você tem academia de graça, é patrocinada! É fácil dizer isso!!"
Não, não é!! Tenho academia de graça agora, uma parceria muito bem vinda, mas caminho na avenida todos os dias há quase cinco anos!! Um dos motivos, sempre foi exatamente não ter dinheiro pra pagar academia!!
Olha, eu sei das dificuldades financeiras que a maioria na qual eu me incluo, enfrenta principalmente nessa época de crise!
Mas sei também da preguiça e da desculpite das quais eu também um dia já fiz uso.
A única prejudicada com isso fui eu mesma e se você se encaixar nas coisas que escrevi neste post, não se sinta ofendido (a), levante o bumbum da zona de conforto e sendo ou não gastroplastizado, cuide de você!!
É preciso mais do que dinheiro pra fazer isso, é  preciso ter força de vontade e uma determinação enorme!!
Mas só depende de cada um!!
Não se zanguem com meu jeito  meio "bravo" de falar! Aprendi com a vida que passar a mão na cabeça não ajuda!! Falar a verdade sim!!!
Beijo grande!!!

Saiba um pouco sobre a Academia Pratique Fitness!! Minha Patrocinadora Oficial!!

A Academia Pratique Fitness, é uma empresa que tem como objetivo proporcionar qualidade de vida, através da atividade física, com um preço justo.

Está presente no mercado desde 2009. 

Hoje possui 6 unidades e vive em constante crescimento. Todas, super equipadas com aparelhos de musculação e acessórios de qualidade para atender aos alunos da melhor forma possível.

Oferece atividades de Musculação, Ginástica, Spinning, Zumba, Artes Marciais, Hidroginástica, Natação e Personal Class.

Os professores são graduados e treinados para oferecer o que há de melhor no atendimento e acompanhamento dos alunos.

Qualidade com preço justo é só na Academia Pratique Fitness.

Escolha a unidade mais próxima de você e venha praticar saúde com a gente!!!






Sua vida anda corrida? Ótimo!! Sinal de que você está vivo e com saúde!!

17 junho 2015

Bom dia!!! Completamente sem tempo!! Correria geral, mas vim dar um oi e dizer que bloqueei os comentários nas postagens! O motivo é bem simples! Não consigo mais responder, nem ler com calma e carinho as postagens de vocês e pra não retribuir, prefiro fazer desta forma!
 Mas quando precisarem falar comigo já sabem meu email e todas as formas de me encontrarem, então podem chamar!! Fica mais fácil pra mim!
Estou tentando conciliar trabalho, estudos, a vida de dona de casa e a vida de escritora, mas não é muito fácil!!
Graças a Deus!! Tudo seguindo seu curso!!
Hoje recebi de uma amiga, uma frase muito legal. Não sei de quem é a autoria, mas é ótima para começar o dia e deixarei como reflexão pra vocês!

"Tentar não significa conseguir, mas todos os que conseguiram, antes tiveram que tentar!"

Então gente, não desistam de nada que almejam!
Desde que não façamos nada para prejudicar ninguém, devemos sim, ir atrás dos nossos sonhos!!
Lembram da frase desta rélis escritora que vos fala? (Euuuuuu!! rsrs)

Só não consegue quem desiste antes!! 

Beijo grande e no próximo post, venho falar sobre os meus patrocínios!! Já viram aí do lado?
Agora sou patrocinada pela academia Pratique Fitness   e pelo Salão Marcella Santos!!

Deus é muito bom e sempre coloca pessoas boas no meu caminho!!
Beijo grande gente!!!

Você pensa que engana a quem, se auto sabotando?

13 junho 2015

Bom dia , pessoal!!!
Vocês podem estar se perguntando... "Mas sábado é dia de levar bronca, Lu Fernandes?"
Bom, talvez não seja, mas todos os dias são perfeitos para cuidarmos de nós e da nossa saúde.
Navegando pelas redes sociais, conversando com inúmeras pessoas que me procuram e observando as atitudes, tenho visto que o principal problema e não me incluo fora dele, é que somos muito comodistas!! Todos queremos emagrecer, ter um corpo bonito e  saudável, mas nem sempre queremos nos esforçar para isso!
Corpo perfeito não se vende em loja!! Nem mesmo o cirurgião plastico consegue realizar tal milagre.
Tudo requer esforço e dedicação.
Compromisso é uma palavra que cabe perfeitamente para o que estou dizendo. Mas estou falando de compromisso com a nossa própria pessoa, que a meu ver é a pessoa mais importante!!
Ninguém precisa se privar de tudo, somos humanos e necessitamos desfrutar dos prazeres da vida e um dos maiores, é a comida.
Mas a mesma comida que causa prazer, deprime logo em seguida.
O motivo é a falta de moderação, de equilíbrio e de compromisso.
Precisamos aprender a "comer DE tudo", sem ter que necessariamente "comer tudo". Vejam que a simples palavrinha "DE" (preposição) faz uma diferença enormeeeeeeee quando vamos colocar a questão em prática!
Não me canso de dizer que a primeira fatia de bolo tem o mesmo saber de todo o restante.
Nem todo alimento foi feito para matar a fome. Alguns são apenas para proporcionar esse tal prazer, logo, não devemos utilizá-los para encher a barriga, pois isso irá acontecer no sentido literal da palavra!
Lembram do que falo sempre?
Ato+ Ato+ Ato = Hábito! E é aqui que a maioria se perde! (Inclusive foi onde eu me perdi)
Bem, eu me corrigi e é o que quero mostrar pra vocês. Auto sabotagem não engana ninguém além de nós mesmos!!
Você come escondido e acha que ninguém tá vendo? A calça que não fecha, viu!! A balança também!! Os braços cada vez mais roliços não deixam sua atitude passar despercebida!
Tenho um convite a vocês!
Vamos mudar de vida?
Eu precisei reduzir o estômago para acordar!! Melhor decisão que já tomei na vida, mas você não precisa chegar a este extremo!!
Alimentação saudável e moderada, associada a atividade física regular pode fazer maravilhas!!!
Não é fácil, mas com determinação a gente pode tudo e é algo que ninguém pode fazer por você!
Ame-se e se valorize!!
Cuide de você e verá que quando fizer isso, os resultados irão aparecer!!!
Ótimo fim de semana a todos!!!

09 junho 2015


Facebook desativado temporariamente!

08 junho 2015

É chegada a hora de focar!!!
Fechamento do livro novo e atenção total a isso!! Em breve novidades sobre o lançamento!!
Até aqui tem me ajudado o Senhor, e por isso sou grata!

Jamais quero me esquecer de onde eu vim!

Minha história com a obesidade, vem desde à infância.
Minha lembrança mais comum dessa época, é de uma menina gorda sofrendo deboches na escola.
Era a rainha dos apelidos maldosos.
Na adolescência o sofrimento se acentuou, pois foi nesta fase que senti de verdade a rejeição na pele.
Se a vida do obeso já é difícil, imaginem como isso se torna um pouco pior quando se vive em uma cidadezinha do interior...
Já na fase adulta e depois de muito tentar emagrecer e estabilizar o peso, acabei conhecendo as famosas anfetaminas e fazendo deste recurso, o meu melhor amigo.
Conseguia me manter magra por um tempo e logo que parava de tomar os medicamentos engordava tudo o que havia perdido, e em todas as vezes, alguns muitos quilos além!!!
Quando isso acontecia, novamente recorria ao veneninho amigo e isso virou literalmente, um círculo vicioso. E o vício foi além, pois as anfetaminas me tiravam o sono e para solucionar também este problema, comecei a intercalar o veneno, com fortes medicamentos para dormir...
A essa altura da minha vida a bagunça era geral... Muitas alterações de humor, comportamento agressivo, depressão....
Meu filho, criança inocente, foi privado de uma boa mãe durante um bom tempo por causa da obesidade.
Eu me sentia um zumbi.
Magra, mas dopada 24 horas por dia...
Foi no dia em que meu marido disse que estava cansado de ter uma esposa "noiada", que a ficha caiu...
Nunca bebi, nunca fumei, jamais me droguei e estava sendo comparada a uma drogada!!!
Mas não era mentira, aqueles medicamentos eram drogas fortíssimas e estavam acabando com a minha vida.
Não podia suportar mais aquilo, então jurei por mim mesma que nunca mais tomaria sequer um comprimido.
Adeus anfepramona e adeus Rivotril!
Foi difícil demais, pois meu organismo estava completamente dependente.
Mas não costumo voltar atrás nas minhas promessas.
Suportei...
Deste dia até o dia da minha cirurgia, foram menos de 3 anos, mas com 2 eu já estava gigante.
Lembro-me que no meu aniversário de 28 anos eu estava magra e no de 30, já não saía mais de casa devido à obesidade!!!
Eram quarenta e dois quilos e setecentos gramas, sobrecarregando meu corpo. Jamais gente, nem sequer por um dia da minha vida, consegui ser feliz gorda!
Há quem conviva melhor com o problema, mas este nunca foi o meu caso.
Ao olhar no espelho, não enxergava a mim, mas sim, a um corpo estranho, deformado, feio e gigante. A saúde comprometida por todos os lados...
Tinha uma única certeza, não voltaria a tomar aquelas porcarias, mas não conviveria com a gordura, preferia a morte! (e ainda prefiro)
A cirurgia salvou a minha vida, pois hoje, além de magra estou saudável e completamente lúcida! Além é claro, de muito feliz!!! Não tomo mais nada para emagrecer, me alimento de forma saudável e graças a Deus, o sono nunca mais me faltou.
Tenho vivido com qualidade, recuperando tudo o que a obesidade me tirou. Meu filho tem uma mãe presente, e meu marido nuca mais teve motivos para se queixar.
 Hoje tenho disposição e amo comemorar a vida!!! Comemoro a todo instante. Brindo à saúde, brindo à auto estima, brindo à oportunidade!!!! A obesidade é uma doença cruel, nos rouba a dignidade.
Mas ainda existem pessoas que acreditam que os obesos não revertem o quadro, por falta de vontade, por preguiça...
Quem nunca passou pelo problema, não faz ideia do que é conviver com o preconceito e com a discriminação, que na maioria das vezes, começa dentro de casa, pela  própria família e pessoas próximas.
Por não conhecerem a dimensão do sofrimento, acho que caberia ao menos o respeito.
Respeito à dor alheia!!!Boa semana, pessoal!!

Semana nova, mês novo, tudo novo?

02 junho 2015

Bom dia pessoal!
Este post era pra ontem mas não tive tempo para publicá-lo!
Na verdade é uma repostagem, já que ele foi escrito há mais de dois anos, mas esta abordagem é sempre atual e pertinente!
Semana novinha, mês novinho, momento excelente  pra Sei... 
Mergulhar de cabeça em novos projetos...
O que mudou gente?? Afinal se neste novo mês, se nessa nova semana, as atitudes forem as mesmas dos meses e semanas anteriores, os resultados também serão os mesmos e acreditar no contrário, é epifania.
Com saúde não se brinca galera...
O metabolismo não está nem aí se temos muitas festas e eventos sociais gastronômicos.
Se a sobremesa era especial, ou se a TPM atacou.
Nós é que precisamos ter consciência do que precisamos fazer para que a reeducação alimentar realmente funcione e para que a atividade física cumpra seu papel.
Pensem comigo, as desculpas realmente funcionam? A balança dá desconto na hora da pesagem??
Pelo menos comigo, para as duas perguntas a resposta é não!!
Auto sabotagem é uma das piores coisas que podemos fazer conosco.
Não atingimos a mais ninguém com ela, além de nós mesmos...
Eu aprendi nestes quase dois quatro anos e meio de cirurgia bariátrica a me amar, cuidar de mim, a fazer por mim e por meu corpo, somente coisas boas.
Jamais me arrependi de ter feito a cirurgia, mas a ficha caiu já há algum tempo, que se eu tivesse feito as escolhas certas e me cuidado antes, não precisaria ter chegado até ela.
Que bom que cheguei, pois assim tenho uma experiência bacana para compartilhar e desta forma posso ajudar.
Mas para vocês, para muitos de vocês, ainda dá tempo de reverter a situação!
Se acham mesmo que a vida do bariatrizado é um mar de rosas, que depois de reduzir o tamanho do estômago os problemas acabam e controlar a alimentação passa a ser moleza, vão fundo!! Continuem inventando desculpas, enfiando todos os dias o pé na jaca e se justificando depois.
Comendo como se estivessem se despedindo do mundo, repetindo todos os dias essa sucessão de erros, que em breve, muito antes do que imaginam, chegarão onde eu cheguei e precisarão recorrer ao mesmos recursos que eu...
Aos mais inteligentes, aqueles que preferem resolver o problemas antes que eles atinjam os extremos, digo que depende somente de vocês! Mudança de hábitos, alimentação consciente, prática de exercícios...
Não estou dizendo a ninguém que é necessário encher a geladeira de produtos lights e caros, nem que é preciso virar atleta para emagrecer. Só estou dizendo que é preciso comer pouco e se mexer mais... Isso já é um grande começo.
Fácil não é, não foi e jamais será, mas é possível e necessário.Ninguém pode fazer por você, a mudança é pessoal e intransferível!!
Se você quer, você pode, você consegue!
Ou vai deixar pra fazer algo na próxima segunda feira, ou no próximo dia primeiro??

Beijosssss

Texto que utilizei ontem, na reunião da CVE

31 maio 2015

“O Peso do peso”
Dei uma rápida olhada no dicionário enquanto escrevia este texto e encontrei várias definições para esta palavra tão pequena e aparentemente tão inofensiva.
 Achei importante  ressaltar alguns sinônimos,  que tem muito a ver com a situação do obeso.
E  de forma direta nos causa  – opressão, culpa, incômodo, remorso, preocupação e um desconforto muito grande.
Já pararam para pensar nisso? Em como pesa carregar todo este peso?
Mais do que os muitos quilos visíveis a olhos nus que carregamos sobre o nosso corpo, nos maltratam os quilos invisíveis de destruição e sofrimento causados por eles.
A obesidade vista como doença nos coloca em um patamar de igualdade com outros doentes.
Porém na maior parte das vezes ela é vista como desleixe, relaxamento, preguiça, displiscência.
Sabe gente, muitas vezes eu me senti culpada pela situaçao em que me encontrava.
É também muito comum colocarmos a culpa em tudo à nossa volta.
Olha, mesmo se tivermos uma cozinheira em casa, ela não é responsável pelo que colocamos em nossa boca.
As pessoas nos presenteiam com chocolate, mas não nos obrigam a comê-los!
Nos fazem raiva o tempo inteiro, mas nunca foi noticiado que alguém agrediu outra pessoa enfiando-lhe um “Cheese Tudo” com Coca Cola guela abaixo.
Estamos desde sempre engolindo nossos próprios sentimentos como se isso fosse resolver nossos problemas.
Mas isso não acontecerá!
A caixa inteira de chocolates deliciosos  que você devora apenas para comemorar uma vitória ou para se consolar pela perda de um ente querido, acaba ali.
As consequências dessa atitude ficam para você e mesmo que agora não lhe aconteça nada, uma hora o corpo cobra.
Lembrem-se  de uma frase que eu sempre digo...
Ato + ato  + ato, vira hábito!
E é assim, de excesso em excesso, de quilo em quilo, que a gente sem perceber perde o controle.
Acredito que ninguém gostaria de ter precisado um dia, recorrer a esta medida tão extrema, que é a cirurgia bariátrica.
Mas precisamos!
Assumimos que não conseguiríamos mais lutar sozinhos e pedimos ajuda!
Não temos motivo algum para nos envergonhar por isso!
Pelo contrário.
Tivemos coragem de lutar por nós, por nossa saúde e qualidade de vida.
Chegamos até aqui por mérito, quem ainda vai operar, descobrirá algo muito importante:
- Quando dizem que redução de estômago é atalho, que é o caminho mais fácil, estão mentindo!
Julgando sem nenhum conhecimento de causa.
A cirurgia é a mais preciosa ferramenta para nos ajudar a conter nosso problema, mas sozinha ela também não consegue.
Meu conselho para vocês?
Cuidem muito bem desta ferramenta,  para poderem se beneficiar do seu melhor funcionamento.
Vocês, assim como eu, decidiram se livrar deste peso.
Esta decisão mudou a minha vida e com certeza mudará a de vocês, então não carreguem na consciência, um outro peso...
O de não terem feito a sua parte!

(Trechos extraídos do meu novo livro  “Chega de Engolir Sentimentos” e adaptados para a reunião)



^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo