Não espere pra ser feliz amanhã! Pode ser que esse dia nunca chegue!!

16 dezembro 2014



Alô, é da confeitaria? Eu gostaria de encomendar um bolo grande de abacaxi, pra hoje a noite, pode ser?
"Só um momento enquanto eu verifico.... E qual seria o motivo do seu bolo, senhora?" (acho que ela queria saber o tema, ou pra qual festividade,né?rs)"

Motivo, flor? O mais plausível de todos!! Estou morrendo de vontade de comer um bolo de abacaxi!!!

Moral da "estorinha"...
Não deixe nada que você quer, esperando datas especiais... ocasiões especiais, dias de festa....
Viva sua vida agora! No presente!!
Coma hoje, aquilo que você tem vontade!
Use aquela roupa linda,apenas para atravessar a rua e ir à padaria!
Dê aquele beijo demorado que você só costuma dar na virada de ano!
Diga que ama, quando sentir vontade de dizer!!
Não espere datas pré determinadas no calendário pra fazer nada disso!
O terreno do amanhã é incerto demais e arrependimento não traz de volta o tempo perdido, nem alguém que já não está mais entre nós.
Saudade pode machucar e mágoa,
é somente a consciência cobrando algo que poderíamos ter feito!
O melhor dia para curtir a vida é hoje! O melhor momento para ser feliz é agora!!
Não espere o próximo aniversário para comer aquele delicioso bolo de abacaxi!!!!

Sempre haverá quem ache que foi fácil demais...

15 dezembro 2014



A estas pessoas eu convido à arregaçarem as mangas e  criarem coragem de passar por tudo o que eu passei...
Se sobreviverem e ficarem tão bem quanto eu estou, terão o meu respeito!

Quatro anos!!!!

 (O que aconteceu dentro de mim...)

[Primeira refeição pós cirurgia. (2 dias depois)]


(Nova cirurgia 1 ano depois para corrigir uma complicação.)




(Indo para a terceira cirurgia. Mais uma complicação.)


(Saí dela assim!!)


(Primeiro dia depois de quase uma semana no CTI, Mais uma cirurgia, mais um ano depois. Desta vez uma pancreatectomia.)



(Primeira refeição sólida depois de quase 10 dias da retirada do pâncreas.)


(Caminhando para me recuperar da retirada de 70% do meu pâncreas.)


(Deus sempre me ajudou a ser forte e mais uma vez, pronta pra voltar pra minha casa.)


(Totalmente bem, chegou a hora dos concertos - Abdominoplastia para retirada do excesso de pele, após emagrecer 47 quilos.)

   
     
 (Lá vou eu de novo para o bloco cirúrgico!)



(Na mesa de cirurgia colocando o tão sonhado silicone!)





Poisé, pra quem acha que foi moleza, vai lá e faz o mesmo!!!!!

Quatro anos!!


A Deus, toda honra e toda Glória!


Pude contar com os melhores médicos, a melhor família e os melhores amigos!!

Redução de estômago nunca foi milagre!

14 dezembro 2014

Poisé...
Quatro anos se passaram e o que mais vi neste tempo, foram pessoas que não queriam emagrecer com a cirurgia, mas sim ser emagrecidas por ela!
Eu sou uma pessoa que tinha tudo para reganhar o peso eliminado e voltar às formas de obesa, já que tenho uma doença crônica que me impede de fazer atividade física e ainda me obriga a comer doces todos os dias.
 Mesmo assim, não reganhei nem meio quilo!!
Sou sortuda?
Não!! 
Sou determinada, disciplinada, focada, consciente e sei muito bem o que quero pra mim!
E principalmente o que não quero!
Tiro o meu chapéu para quem é feliz estando obeso! Eu, nunca fui! Só consigo ser feliz, magra!
E é por este motivo que dou valor todos os dias, à esta ferramenta que mudou minha vida.
Há quem me julgue , quem diga que sou "mãos de ferro" e até quem ache que eu condeno quem reganha o peso e volta a engordar.
Não condeno. Sei que obesidade é doença e que não tem cura, assumo que todos nós estamos em tratamento, mas acho sim que quem reengorda por descuido, está desperdiçando uma grande oportunidade, mas cada um é dono de si e responde por si!
Eu sei de mim que o que a cirurgia bariátrica me proporcionou, vai muito além de um corpo bonito.
Ela mudou minha história, foi o divisor de águas que me fez acordar pra vida!
Foi através dela que eu pude me encontrar em mim mesma e me tornar quem eu sempre quis ser!!
Parabéns pra mim e para todos que valorizam as oportunidades que recebem da vida!!!!
Feliz quatro anos!! E que venham
muitos outros!!

A música que me descreve!!

Sim!!!
Luciana Mello canta pra mim! Há 4 anos escolhi esta música como meu hino da vitória!
E mais uma vez a compartilho com vocês!!
Bjossss
Bom domingo, pessoal!!!



Quase quatro anos...

13 dezembro 2014

E assim começava a viagem mais emocionante da minha vida...









Esclarecimentos sobre minha participação na caminhada deste domingo!

18 outubro 2014

Bom dia pessoal!! 
Recebi alguns emails com uma dúvida muito importante e estou aqui para esclarecer.
Minha participação na caminhada contra a obesidade, se dá, devido a um convite que recebi da equipe médica realizadora do evento
Fiquei extremamente lisonjeada, aceitei participar, mas não sou paciente desta equipe.
Sou paciente do Dr Hêmerson Paul Vieira Marques, da Clinica Cirúrgica Vídeo Endoscópica, mais conhecida como CVE, onde inclusive, realizo duas vezes por semana, uma exposição dos meus livros. Espaço gentilmente cedido pelos doutores, (Marcus Martins e Hêmerson Paul)  para que eu possa divulgar meu trabalho. 
Amo minha equipe médica!! 
Sou-lhes infinitamente grata, pois o sucesso do meu emagrecimento se deve à competência e cuidado dos profissionais que me acompanham! Além, é claro, do meu próprio esforço!
Participar de um evento organizado por outra equipe, só quer dizer que meu trabalho está sendo reconhecido e que meus livros estão de fato ajudando cada vez mais pessoas, que é meu principal objetivo.
Realizo palestras em várias escolas, dentro e fora de Belo Horizonte e o foco de todas, elas é o mesmo. 
Tentar ajudar compartilhando minha história, a aumentar a qualidade de vida dos pacientes que necessitam da cirurgia de redução de estômago; e evitar que cada vez mais, jovens e adolescentes precisem recorrer a ela!
Independente de quem seja o médico ou a equipe,minha mensagem é esta!
Então, a todos os profissionais do instituto de obesidade, meu muito obrigada pela confiança e consideração ao me convidarem.
E ao meu cirurgião e equipe, por terem me proporcionado esta qualidade de vida, que desejo a todos que sofrem com a obesidade!
Beijo grande galera!! Espero ter sanado todas as dúvidas!!

Contagem regressiva para o encontro!!!

16 outubro 2014

Oi gente!! Será que eu sou a única pessoa aqui, ansiosa pela caminhada de domingo? Não, né?
Afinal, meu email está super movimentado, o facebook cheio de mensagens e o tititi no mundo virtual, tem girado em torno do evento.
Vou explicar melhor...
Será um mega encontro de obesos, gastroplastizados ou não, familiares de pessoas operadas e simpatizantes da nossa causa.
"Que causa, Lu Fernandes?
A prevenção e o controle da obesidade! Doença séria, grave e que tem dizimado inúmeras vidas, direta ou indiretamente.
Não será uma simples caminhada, mas sim uma manhã cheia de atrações.
Contaremos com palestras dos cirurgiões e equipe multidisciplinar do Instituto Mineiro de Obesidade, depoimentos de pessoas que já passaram pelo procedimento, uma pequena caminhada  e um delicioso e saudável café da manhã ao ar livre.
Enfim, gente!! Um domingo agradável e proveitoso, cujo principal objetivo é unir forças contra esta terrível doença!
Fui convidada  pelos organizadores do evento, Dra Carmem Barcelos Maia (psicóloga) e Dr. René Berindoague (cirurgião bariátrico), à compartilhar com os presentes, um pouco da minha experiência pessoal.
Convite este, do qual me senti muito honrada e aceitei com enorme prazer.
Reforço então o convite a vocês! Tenho certeza de que assim como eu, vocês também irão adorar!

Não se esqueça de:

Usar roupas leves e sapatos confortáveis (nada de salto)
Protetor solar e óculos de sol
Garrafinha com água

O encontro acontecerá no Teatro de Arena do Parque das Mangabeiras, entrada de cima, de 9:00 às 11:30.

Bjossss e até lá!

Balanço do "Dia Mundial de Controle à Obesidade" (No estilo Lu Fernandes de Ser)

13 outubro 2014


Bom dia, pessoal!
Sábado foi o dia MUNDIAL de conscientização para uma causa, à qual vocês sabem o quanto defendo e eu nem apareci por aqui!!!
Falha minha? Nem tanto! Nem tanto!!
Me programei para vir no início da semana e saí, disposta à observar (discretamente) os hábitos das pessoas que encontrasse pelo caminho.
Fiz compras de roupas, de alimentos, almocei em um restaurante Self Service, passeei pelo shopping, e até no trânsito, enquanto dirigia, estive atenta.
Gente...
A situação é mesmo alarmante!!!!
As pessoas não estão nem aí para a saúde, querem é se esbaldar, se entupir de comida!!
Na loja de roupas, senti pena da mocinha que entrou com sorvete na mão e tudo, e ouviu a vendedora dizer que não tinha" numeração especial". (Como tantas vezes já aconteceu comigo...)
A expressão constrangida foi notável, mas a pergunta que não se calava dentro de mim, era....
Será que ela está preocupada com sua saúde, será que ela faz algo por si mesma para reverter esta situação? Não parecia fazer nada. Sinceramente!!!
No supermercado, peguei-me observando o carrinho de um casal de obesos,(com uma criança também obesa) como muitas vezes já percebi pessoas fazendo comigo.
Eu não via nada de saudável ali!! Muitas garrafas de refrigerantes, pacotes e mais pacotes de congelados pré fritos, como batata, mandioquinha e risoles, várias embalagens de lasanhas, pizzas, latas de doces e muuuuuitos pacotes de chips!!
Sobre tudo isso, no alto do carrinho havia um pé de alface e um abacaxi, que imaginei serem para desencargo de consciência.....
(Morri de dó da menina, a filha deles, que acreditei ter uns 7 anos no máximo e parecia pesar mais do que eu...)
No restaurante, sinceramente lembrei-me de quando eu comecei a tentar fazer este trabalho de conscientização e sentia vontade de tomar das pessoas, os enormes pratos cheios de "porcarias" que as via se servindo. Senti esta vontade novamente!
No passeio pelo shopping, a cada 10 pessoas que passavam, umas 6 estavam acima do peso, destas 6, umas 2 eram gordas demais!!! (obesas).
A cena que mais me entristeceu e que me fez pensar em muitas coisas, foi quando ouvi um bebê gritando e fazendo birra ao recusar a mamadeira e a mãe disse brava para o pai, que já o havia avisado que tinha que dar refrigerante, pois a criança não gostava de água.
Aquele neném não devia ter nem um aninho!!!
Aí eu me pergunto.... De que adianta um dia inteirinho dedicado ao controle de uma doença tão séria, mas que continua sendo ignorada o tempo inteiro?
A verdade é que a população está cada vez mais gorda e mais displicente com sua saúde.
E pasmem....
Os consultórios dos cirurgiões bariátricos, estão recebendo cada vez mais pacientes que engordam de propósito para operarem, sem nenhum preparo psicológico para tal.
Acreditam que a cirurgia faz milagres e  pouco tempo depois o inevitável acontece.
Voltam lá, novamente obesos, buscando reoperação, pois se a mudança de hábitos não acontece, não existe cirurgia que dê jeito!
Isso para as pessoas que podem de alguma forma se submeterem ao procedimento, pois as que não tem condição alguma, morrem nas filas dos hospitais públicos, antes de conseguirem atendimento.
A culpa é do governo, Lu Fernandes?
O governo tem parte nisso já que a saúde é tão precária, mas cada um cuidar de si, já melhoraria demais!
Deixo para vocês, uma frase de minha autoria, que uso todos os dias em minha vida.
Se eu não me amar e me respeitar primeiro, ninguém mais fará isso!
Já fui obesa, sei muito bem como é e a mudança partiu foi de mim.
Tem coisas que ninguém pode fazer por nós!
Bjos pessoal!!


Anfepramona + Rivotril = Dignidade perdida e muito mais!

29 setembro 2014

Oi gente!! A postagem de hoje me deixa triste.
Triste por saber que a realidade as vezes nos assombra tão  de perto.
Quem me conhece de longa data, sabe que antes da bariátrica fui viciada, completamente dependente de remédio pra emagrecer e pra dormir.
Coisa forte, coisa brava mesmo!
Na verdade tomava tudo e qualquer coisa que me tirasse o apetite e me fizesse dormir.
Mas o top, o que fazia efeito e que me fazia gastar todo o meu dinheiro e boa parte dos ganhos do meu marido também, era a duplinha dinâmica, mais famosa do que Batman e Robin!!
Anfepramona (femproporex) e Rivotril (Clonazepan).
Isso é coisa que só sabe quem me conheceu pessoalmente e teve intimidade o suficiente, ou quem leu meu primeiro livro. Se você está chegando agora e quer  saber detalhes, leia meu primeiro livro, "Vida de Borboleta" e saiba a que ponto cheguei por causa dessas drogas. LITERALMENTE!
O fato gente, é que graças a Deus, muita força de vontade e uma luta enorme, da qual saí vencedora, hoje em dia isso faz parte de um passado do qual não tenho saudades nem recaídas, mas nem todos podem  dizer o mesmo e isso é frustrante.
Ainda naquela época eu convivia bastante com uma moça tão viciada quanto eu, naquelas porcarias e mesmo estando sempre drogada,  era muito boa com os afazeres domésticos, então volta e meia eu solicitava seus serviços, já que eu, ao contrário, nunca tive muita aptidão com eles.
Passaram-se muitos anos entre uma fase magra de remédio, outra completamente obesa, a decisão pela mudança de vida, pela cirurgia bariátrica e no fim das contas, cuidando da  vida, a vida cuidou de nos afastar completamente e nunca mais a vi.
Há uns dois meses a reencontrei em uma palestra de um amigo em comum, conversamos por um tempo, trocamos telefones e ela me disse que caso eu precisasse dos seus serviços com a casa ela continuava fazendo e eu poderia chamá-la!
Estava bonita, nem muito magra, nem obesa, com um corpo bom, aparência saudável, mas me pareceu tão aérea...
Comentei com meu marido e ele disse algo que não deveria, mas me chocou...
"Igual você era, uai!!! Não lembra? Deve estar se entupindo de remédio ainda! Do jeito que está, só pode ser isso!"
Meu Deus, se eu era assim, ele estava certo em querer se separar de mim naquela época, pensei mas não falei!

Fiquei com aquilo na cabeça mas depois me esqueci.
Semana passada passei por uma cirurgia e precisando de alguém para cuidar da minha casa, ela logo me veio à cabeça, por ser ágil, muito caprichosa e de confiança.
Liguei. Ela logo se prontificou e veio atender meu chamado.
Fiquei pasma!!! Dois meses, era o máximo de tempo que fiquei sem vê-la desde o nosso último encontro.
Ela está muito mais magra! Coisa de 10 a 15 quilos!!
Mas isso é o de menos, já que estou acostumada a ver esse progresso rápido nos operadinhos recentes!!
Acontece que ela não operou e o tempo inteiro que esteve aqui em casa, nos 3 dias que me ajudou, a impressão que eu tinha era de falar com uma pessoa bêbada...
Nos afazeres continua ótima! Cuidou de tudo melhor do que eu teria feito, pra ser sincera! Gostei tanto que veio por 3 dias consecutivos!
Mas às vezes eu me perguntava se ela estava falando coisa com coisa...
Não precisei perguntar dos remédios, pois sem a menor cerimônia ela os tomava na minha frente quase de hora em hora.
Não comia.
Tomava água compulsivamente o dia todo e sempre que eu perguntava se estava com fome, enchia a mão de comprimidos e tomava.
Não estou exagerando, teve um momento que perguntei quantos eram e ela respondeu que eram 10, pra somar 250 mg de ansiolítico.
Mas ela encheu a mão várias vezes e isso fora cápsulas de chá verde, laxante, a tal da anfepramona que ela disse estar economizando por estar sem receita e a noite tinha o Rivotril. Disse tomar dois comprimidos de 2 mg, senão não dorme.
A única pergunta que eu consigo ficar me fazendo toda hora que lembro é.. Que vida é essa, meu Deus?
Quando marido chegou contei tudo e ele repetiu que eu não tenho motivos pra me assustar, pois eu era exatamente igual!!
Deprimente?? Não!! Muito pior!!!! Um milhão de vezes pior e não tenho como ajudar!
Por um motivo simples demais! Ela não quer ajuda! Não julga precisar!Não cogita outra vida, se diz feliz assim e neste caso, eu não tenho o que fazer!
Mas tenho ódio dessas pragas que se dizem médicos e ficam por aí vendendo receitas de medicamentos sérios pra pessoas "burras" e sem amor à vida!
Rivotril é medicamento psiquiátrico, tarja preta e é tomado como se fosse bala, por " meio mundo" que tem uma dificuldade pra dormir!
Os drogaditos da anfepramona, automaticamente vão parar no Rivotril, pois anfepramona não deixa nenhum mortal dormir e ao longo do tempo, para se conseguir os mesmos efeitos é preciso aumentar cada vez mais as doses...
O organismo se acostuma e cria uma resistência incrível, por isso a quantidade enorme de comprimidos que ela ingere!
A pessoa  logo vira paciente psiquiátrico mesmo, pois a mistura dos dois, enlouquece qualquer um, em doses cavalares então..................
Meia dúzia deles, como foi o meu caso, é alcançada pelas misericórdias do Senhor e conseguem se livrar da dependência, mas e o restante? Fica aí perambulando como zumbis, drogados 24 horas por dia, tendo casamentos desfeitos, como é o caso dela que o marido abandonou e quase foi o meu, que por pouco não passei pelo mesmo, esquecendo filho na escola, como eu mesma já fiz muitas vezes e sofrendo todas as consequências da própria inconsequência aliada à maldade de alguns mercenários.
Este post é também um desabafo... Quem dera que servisse também de apelo, pois normalmente ninguém denuncia esses idiotas.
Tem até gente que vende descaradamente na internet. Aqui no meu blog mesmo tem uma vaca de uma leitora, que se apresenta por COMPOSTO EMAGRECEDOR, que anda espalhando sua propaganda....
Fazer o que, né? Sou pequena demais..........................

Mais um dia pra ser feliz!

24 setembro 2014


Hoje quando acordei, por uns instantes fiquei com os olhos fechados e com a mão sobre o peito, peguei-me observando o toque ritmado do meu coração.
Parece algo bobo e insignificante, tão corriqueiro a ponto de acontecer todos os dias desde que fui gerada no ventre da minha mãe.
Porém hoje pensei assim... Se isso acontece é porque estou viva! Quando deixar de acontecer, já não estarei mais aqui.
 Então este é meu maior motivo para sair desta cama e fazer com que meu dia seja o melhor de todos, dentro das minhas reais possibilidades!
Só frente à morte não podemos fazer nada!
Se mais uma vez acordamos significa que tivemos mais uma chance e desperdiçá-la seria epifania!!!
Sinceramente, tenho preguiça e até uma certa repulsa destas pessoas que só fazem reclamar da vida!
Ser mais gratos, é o que precisamos!
Muito melhor é dar do que receber! 
A pessoas andam tão preocupadas em em ter, que se esquecem de ser.
A vida acaba muito depressa, pessoal!!
O momento presente é o único que nos pertence.
Que tal aproveitar a nova chance que recebeu hoje ao acordar e tentar ser feliz, mesmo que seja somente em fazer alguém feliz?
"Carpe Diem!"
^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo