Esclarecimentos sobre minha cirurgia.

28 outubro 2010

Em busca da identidade perdida.

Gente,hoje vim aqui um pouco mais cedo pra não correr o risco de não postar.
Como disse ontem, tenho que terminar minha leitura e a gripe não está dando trégua.
Estou sentindo dor nas costas, no peito, a face também está pesada e quente.
Tenho tentado não mudar minha rotina em favor disso, pois me conheço, sou manhosa e se me entregar já era. Estou tomando muita água, tentando comer frutas frescas como manga, melancia, abacaxi, melão... Minha tia até mandou um potinho de polpa de acerola natural que ela colheu o ano passado em sua casa e congelou, todo mundo preocupado por causa da cirurgia.
Então vamos à ela..
Hoje bem cedo passei no Hermes pardini pra pegar o resultado dos exames, fui correndo mesmo, o Magno me esperou com o motor ligado, pois tinha que ir ao hospital, estamos com uma pessoa muito querida doente.
Nem vi a Fabiana por lá, pois não deu tempo, mas ela me adicionou no msn e hoje a noite terntarei falar com ela,trocar experiências.
As pessoas tem me questionado sobre a minha cirurgia, quanto eu peso, se não tem como emagrecer de outra forma, então esclarecendo...
Aos 16 anos sofri um acidente de moto e desde então minha perna direita não é a mesma.
Fraturei fêmur, tíbia e rótula e passei a usar astes de metal e parafusos em toda a perna.(Isso é dentro do osso, por fora, só se vê a cicatriz das cirurgias.
Estas astes só suportam até 60 quilos, como na época eu pesava 47, o cirurgião colocou estas para 60.
Hoje estou sofrendo muito com isso, pois não quero me submeter a 3 cirurgias para retirá-las,já que sei que reduzindo o peso, estará extinto o problema.
Em 2008 descobri que sou diabética e o meu caso não é o que perde peso e sim o que ganha.
Pra completar, e quem me acompanha viu meu sofrimento, arrumei uma hérnia de disco que também requer cirurgia, caso não perca peso urgente.
Gente... estou hoje com quase noventa quilos e não aguento mais remar contra a maré.
Já tentei de tudo, RA, Dietas loucas da moda, todo tipo de medicamentos que imaginarem, nada adiantou, emagreci, mas engordei de novo.
Tenho 30 anos e estou levando uma vida sedentária e infeliz por causa da gordura.
Meu único filho, é privado de muitas coisas, pq a mãe não sai de casa, está sempre chorando...
Resolvi dar um basta, conversei com meu filho, com o Magno e os dois ortopedistas, da coluna e do joelho me aconselharam.
Estou feliz, animada e vendo a luz no fim do túnel.
Orei muito e Deus tem aberto as portas, encaminhando profissionais competentes pra me auiliarem e orientarem.
Minha vida está nas mãos do Senhor e ele sabe de todas as minhas necessidades!
Obrigada pela preocupação de vocês!
Comentários
7 Comentários

7 Comentários:

^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo