Dicas de alimentação para diabéticos

21 maio 2010


Recebi do meu chefe estas dicas por email e quis compartilhar.



Como a diabetes é uma doença que afeta a maneira que seu corpo processa o açúcar, prestar atenção ao que se come é extremamente importante. Aqui vão algumas dicas para melhorar a sua alimentação:

Prepare-se para uma dieta especial - quer você tenha diabetes tipo 1 ou tipo 2, você se beneficiará bastante se seguir uma alimentação saudável, que irá ajudar a melhorar seus níveis de glicose, pressão e colesterol no sangue, além de ajudar a manter o seu peso sob controle. Na verdade, mesmo que você tome remédios para a diabetes, controlar a sua alimentação é essencial para tomar as rédeas da doença e evitar as complicações. Lembre-se de obter auxílio adicional para o seu caso específico com o seu médico, com um profissional especializado na educação sobre a diabetes e/ou com um nutricionista.

Abandone o excesso de bagagem - estima-se que 90% das pessoas com diabetes tipo 2 estejam acima do peso quando são diagnosticadas com o problema. E mais, problemas de excesso de peso podem acelerar o processo da doença e precipitar o desenvolvimento de complicações, especialmente doenças cardiovasculares e derrames.

Da mesma maneira, perder o excesso de peso pode ser a medida de auto-ajuda mais importante que você pode tomar caso tenha diabetes tipo 2. Primeiro, ajuda o seu corpo a melhorar o uso da insulina disponível para diminuir os níveis elevados de glicose sangüínea, o que pode ajudar a retardar, reduzir ou eliminar a necessidade de medicamentos para a diabetes. Segundo, diminui o índice elevado de gordura (colesterol e triglicérides) e a alta pressão arterial, que são fatores de risco para doenças cardíacas (e derrames também).

Mesmo uma perda de peso modesta já produz efeitos em alguém com diabetes tipo 2: os níveis de insulina caem, o fígado começa a liberar menos glicose no sangue e os tecidos musculares começam a responder à insulina e ficam mais eficientes para remover a glicose do sangue. Perder peso pode ajudar até mesmo a prevenir a diabetes em pessoas com risco elevado de contrair a doença.

Mas nada de tratamento de choque. Perdas de peso que ocorrem rápido demais dificilmente funcionam a longo prazo e são um perigo em potencial se o paciente aderir a elas sem o aconselhamento médico. Algumas vezes, o médico vai na verdade receitar uma alimentação com um número bem reduzido de calorias para iniciar a perda de peso, mas apenas por um período muito curto de tempo e com o acompanhamento dele. Geralmente é melhor perder peso gradativamente com uma dieta equilibrada e com poucas calorias e gorduras combinada com um aumento de atividades físicas. Esta abordagem não só vai ajudá-lo a perder o excesso de peso como vai fornecer as ferramentas necessárias para a manutenção dessa perda a longo prazo.

Conheça seus carboidratos - a receita tradicional para pessoas com diabetes era o seguinte: evite carboidratos simples ou açúcares simples (como açúcar de mesa) porque eles aumentam o nível de açúcar no sangue rapidamente, e prefira os carboidratos complexos (como o amido e fibras encontrados em grãos, batatas, feijões e ervilhas), pois eles aumentam o açúcar sangüíneo de maneira mais lenta. Mas os pesquisadores descobriram que as coisas não são tão fáceis assim. Os açúcares simples e os carboidratos complexos conhecidos como amidos aumentam os níveis de glicose sangüínea na mesma velocidade (apesar das fibras serem classificadas como carboidratos complexos, elas não são digeridas pelo corpo e por isso não aumentam o nível de glicose).

O que realmente importa é como a comida é preparada e o acompanhamento desses carboidratos. A gordura, por exemplo, deixa a digestão de carboidratos mais lenta e diminui a velocidade com que a glicose é liberada no sangue. Esse novo conceito abriu espaço para novas regras, que nem chegam a ser regras no sentido mais correto da palavra.

Os carboidratos complexos que ainda não foram refinados ou processados continuam a ser as melhores opções devido aos nutrientes valiosos que fornecem (o refino e processamento costumam tirar os nutrientes e as fibras), mas evidências sugerem que a sacarose (o açúcar de mesa) pode não ser totalmente proibido para pessoas com diabetes tipo 2. Desde que você contabilize os carboidratos e calorias no açúcar e não exagere, um agradinho doce de vez em quando pode se adaptar ao plano de alimentação saudável para a diabetes.

Acostume-se com as fibras - uma das razões pelas quais os carboidratos complexos não refinados, como pães e grãos integrais, são tão benéficos é que eles são ricos em fibras. As fibras na verdade diminuem os picos de glicose sangüínea após uma refeição.

Coma aos poucos - muitos especialistas acreditam que os portadores da diabetes tipo 2 conseguem atingir níveis de açúcar normais evitando uma sobrecarga de alimentos de uma só vez. Tente comer três refeições menores e dois lanches durante o dia, mas sem aumentar a ingestão total de calorias.

Há três planos principais de alimentação recomendados para ajudar pessoas com diabetes:

Sistema de trocas - ao usar este sistema, as pessoas contam com a ajuda de um nutricionista para criar uma dieta baseada em um série de trocas. Cada alimento é atribuído a uma determinada categoria (amido, frutas, leite, etc.) e você pode fazer um certo número de trocas dentro das categorias em cada refeição. Um nutricionista irá ajudá-lo a determinar o número de trocas que devem ser feitas a cada dia.

Contagem de carboidratos - caso você use o sistema de contagem de carboidratos, poderá ingerir uma quantidade específica de carboidratos por dia e por refeição. Os seguidores dessa dieta têm a assistência de um nutricionista para determinar quantos gramas de carboidrato devem ser ingeridos em cada refeição e lanche para manter o nível de glicose próximo ao nível normal. O número de gramas de carboidratos permitido por dia e por refeição depende do seu peso, níveis de atividade física, outros problemas de saúde, remédios e idade. Muitas pessoas acham a contagem de carboidratos mais fácil do que o sistema de trocas, especialmente agora que as informações sobre os carboidratos podem ser encontradas tão facilmente. Sempre que possível, escolha carboidratos de alta qualidade como os cereais ricos em fibras, pães integrais, feijões, frutas e vegetais frescos.

A pirâmide alimentar para os diabéticos - esse plano recomenda a ingestão diária de dois a três copos de leite ou iogurte desnatados ou semi-desnatados, de 110 a 170 gramas de carne magra, peixe, nozes ou substitutos para a carne, de três a cinco porções de vegetais (uma porção equivale a uma xícara de vegetais crus ou 1/2 xícara de vegetais cozidos), de duas a quatro porções de frutas (uma porção equivale a uma fruta fresca, 1/2 fruta em lata, uma xícara de melão ou bagas picadas, ou duas colheres de sopa de frutas secas) e 6 ou mais porções de grãos, feijões e vegetais com amido (uma porção equivale a uma fatia de pão, uma rosca de 30 gramas , 3/4 de uma xícara de cereais secos, 1/2 xícara de cereais cozidos, uma tortilla de 15 centímetros , 1/3 de uma xícara de arroz ou massa e 1/2 xícara de batata, batata doce, ervilhas, milho ou feijões cozidos). A pirâmide também permite pequenas quantidades de gorduras, doces e álcool.
Sempre procure um profissional nutricionista para que o mesmo faça um planejamento alimentar de acordo com suas necessidades e com o objetivo de controle de sua glicemia.

16 maio 2010


Ei gente!
Passei por uns problemas técnicos que me obrigaram a ficar fora da net por uns dias, acho que agora estão resolvidos.
Como vocês estão?
Meninas,ando cansada demais,precisando de férias, desanimada de tudo, será que isso é normal?
Ultimamente só quero dormir!(E comer!!!!!!!!!!!!!!)
Lembram do programa de apoio ao diabético da unimed que falei? Gente é mara!!!!!!!!!
Fui em uma palestra só até agora, a próxima é terça feira e já estou ansiosa, é claro que não vou faltar.Nestes dias que passei longe de vocês,andei fazendo umas comprinhas... Roupas, sapatos.. nada demais, algumas peças pro dia dia mesmo , já que meu guarda roupas estava uma vergonha.
Hoje pintei meus cabelos, agora estão mais pretos do que nunca,me sinto bem com eles assim,mesmo não estando ainda muito disposta, nem feliz com meu corpo, não quero ficar tão largada, parece que piora a situação.
Também estou pensando em recolocar meu piercing no nariz.Já estou a mais de um ano sem ele,tirei por causa da cicatrização que simplesmente não aconteceu, mas depois da consulta/palestra de terça feira pretendo tirar minhas dúvidas e se me sentir segura recolocar.
Gente, esta semana pretendo postar todos os dias e se conseguir um tempinho,(que é a parte mais difícil)colocar o cardápio da semana e algumas fotos também.
Por hoje me despeço, pois estou morta de sono e ainda nem preparei minha bolsa e material pra amanhã.
Sinto muita falta de vocês, amigas!
Beijos e boa semana!

O Caminho não escolhido.

13 maio 2010


Num bosque amarelo dois caminhos se separavam,/E lamentando não poder seguir os dois,/E sendo apenas um viajante, fiquei muito tempo parado/E olhei para um deles tão distante quanto pude/Até onde se perdia na mata;
Então segui o outro, como sendo o mais merecedor,/E tendo talvez melhor direito,/Porque coberto de mato e querendo uso/Embora os que por lá passaram/Os tenham realmente percorrido de igual forma,/E ambos ficaram essa manhã/ Com folhas que passo nenhum pisou./oh, guardei o primeiro para outro dia!/Embora sabendo como um caminho leva para longe,/Duvidasse que algum dia voltasse novamente./Direi isto suspirando/ Em algum lugar daqui a muito e muito tempo:/Dois caminhos se separaram em um bosque e eu.../Eu escolhi o menos percorrido/ E isso fez toda a diferença./Robert Frost,1916
^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo