Obesidade X Depressão

27 junho 2011

Segunda feira é sempre um ótimo dia pra recomeçar!!
Estou muito abalada emocionalmente hoje por causa da minha filhinha dog.
Não ia postar mas preciso seguir em frente. Sei que o Deus que eu creio é soberano e que tudo só acontece se ele permite. Espalhei cartazes pelo bairro, deixei foto nas clínicas veterinárias e andei... como andei!!! E já pedi pra fazer umas faixas também, o problema é que mesmo com total urgência só me entregarão amanhã, espero em Deus que a Jully volte antes disso.Recebi alguns telefonemas com possível paradeiro, fui atrás e nada.
Vou deixar um texto que preparei com todo carinho sobre obesidade, para que o blog não perca o foco. Assim que tiver alguma notícia, por mais vaga que seja, venho aqui e conto à vocês, continuo pedindo aos leitores aqui do bairro, que se a virem, por favor entrem em contato comigo. Quem achar será bem recompensado, pode ter certeza. Espalhei cartazes oferecendo gratificação, na verdade tinha escrito recompensa, meu marido mandou trocar.
Agora, independente das palavras, só quero que minha princesa apareça!



                             Obesidade X Depressão 


Difícil saber quando um quadro leva a outro, mas há como descobrir, analisando alguns sinais que a psicologia mostra.


É muito difícil saber com clareza se é a obesidade que provoca a depressão ou a depressão que provoca a obesidade. 
Estudos relatam que ambos os transtornos estão muito interligados. 
Tanto para depressão quanto para a obesidade ,existem diversos fatores emocionais e sociais que estão envolvidos, e que provocam muito sofrimento. 
O mais comum é encontrarmos pessoas, principalmente jovens pré-adolescentes, e adolescentes entrando na fase adulta, em que o excesso de peso e a baixa auto estima contribuem para uma depressão.


Ilusão. É a palavra que define o que é comer por impulso. 
A pessoa que come ,está colocando no alimento, uma série de fantasias e emoções, que a 
leva a pensar que se comer cada vez mais, irá preencher o seu vazio existencial. 


Para que haja uma melhora na qualidade de vida da pessoa que come de maneira descontrolada, é necessária ajuda profissional. 
Regimes e dietas, muitas vezes, acabam se tornando outro ato compulsivo e não um tratamento adequado.


Viver hoje em grandes metrópoles, está contribuindo para o surgimento de muitos outros malefícios que antigamente não existiam, como Síndrome do Pânico, Ansiedade, Bulimia e Anorexia, por exemplo.


A alimentação, pode vir a ser um fator de grande importância na vida de uma pessoa, ao ponto de causar muito sofrimento psíquico, fazendo desta forma, com que ela se isole do convívio familiar ou social, além de colaborar com muitos outros transtornos em sua vida afetiva, e até mesmo profissional. 
Quando isso acontece, é sempre importante que a pessoa procure ajuda médica!
Fazer regimes ou dietas por conta própria nunca é aconselhado.
Pesquise muito antes de optar pela gastroplastia, pois como tudo na vida, a cirurgia também tem dois lados e o despreparo emocional, pode vir a trazer sérios problemas no futuro.


Por hoje é só gente! Até a próxima!
Comentários
3 Comentários

3 Comentários:

^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo