Atingir ou não as metas, e REganho de peso.

18 janeiro 2012

Bom dia pessoal!!! Hoje venho falar sobre o tema sugerido pela leitora Paula Pugliese. A Paula me questiona, sobre os resultados obtidos com a cirurgia bariátrica a curto e longo prazo. Ela afirma que para sua meta, ainda faltam 20 quilos e que tem receio de não conseguir alcançar, mas que contudo, esta não é sua única preocupação, pois uma vez alcançado o peso ideal, é necessário mantê-lo!!
Paula, fique tranquila, você não é a única a sentir esses medos. Na fase de emagrecimento, esta é uma grande dúvida, que passa pela cabeça da maioria dos operados, inclusive passou pela minha!! No início, quando os quilos a serem eliminados ainda são muitos, por mais que os números na balança diminuam a cada pesagem, parece que os resultados não são visíveis, demoramos, para sentirmos realmente a diferença nas roupas, no espelho... Isso as vezes é frustrante, estou dizendo por mim... Particularmente, comecei a me entusiasmar com os resultados, depois que emagreci os primeiros 20 quilos, isso aconteceu por volta do terceiro mês. Me lembro que saía para minhas caminhadas matinais, ainda bem pesada, e durante todo o percurso pensava, será que isso vai funcionar?? Será que vai dar certo pra mim?? Como eu queria muito que desse, voltava no fim do dia e caminhava por mais uma hora, e quando chegava o final de semana, depois de fazer tudo certinho em relação a alimentação, de andar muito,(único exercício físico que fiz e somente durante as férias), entrava em uma loja e nada cabia!!! Muitas vezes chorei, mesmo depois de operada, por não encontrar nada que servisse. Mas eu sempre tive consciência, de que a cirurgia não operaria milagre algum, que me ajudaria de forma eficaz sim, mas que para que isso acontecesse, seria necessário que eu fizesse sempre a minha parte e seguisse todas as orientações do meu cirurgião, e da minha nutricionista. Não desanimei e segui tudo exatamente como eles disseram. Os meses foram passando e comecei a ver os resultados, mas a dúvida ainda me perseguia. Lia tudo o que encontrava sobre o emagrecimento de outros gastroplastizados, tempo médio até obtenção dos resultados esperados, e também sobre REganho de peso a longo prazo. Sempre fazia as comparações, com pessoas que tinham mais ou menos o mesmo peso e altura que eu, desta forma, o IMC também era parecido. Depois de um certo tempo, confesso que essa questão do REganho, passou a me preocupar muito mais, do que saber se ia ou não atingir as metas estipuladas. Não sei se foi só uma cisma, mas depois que parei de me preocupar tanto com o emagrecimento, ele fluiu melhor. Em nenhum momento deixei de seguir as orientações, porém, parei de ficar sofrendo só em pensar!! Venci o vício pela balança, chegava a me pesar 3 vezes por dia, em locais diferentes da casa, pra ver se faria alguma diferença. Sem essa neura, conseguia aproveitar a vida, enquanto emagrecia. Aos oito meses de cirurgia, atingi a tão sonhada meta, e digo que não foi fácil,pois me exigiu muita disciplina, coisa que uma pessoa obesa compulsiva como eu era, não está acostumada. Tive que me reeducar de verdade, não só no quesito alimentação, a cirurgia mexe com você, em todos os aspectos, mas não foi a coisa mais difícil do mundo. Costumo dizer que "fizemos a nossa parte",a cirurgia atuou exatamente da forma que me foi proposta, foi uma maneira forçada de fazer o que no final das contas, é o que funciona, fechar a boca, e comer só o necessário para alimentar o corpo e mantê-lo vivo e saudável!!! Eu, em contra partida, obedeci aos sinais do meu corpo, parei de comer sempre que me senti saciada, jamais extrapolei os limites!! Vejo casos de pessoas, que comem além do suportado pelo estômago, e provocam vômitos, para em seguida, comerem tudo novamente.(Ecaaa!!!!!) Nunca fiz isso, não foi pra isso que operei!!! Hoje, após ter emagrecido todo o necessário, a idéia do Reganho de peso já não me assusta mais!! Mas não me assusta pelo fato de ser impossível acontecer??? De forma alguma!!!!!! É completamente possível que aconteça!!!! Conheci um homem que operou e emagreceu muito, porém antes mesmo de atingir a meta, começou o processo de aumento de peso, e hoje acreditem ou não, pesa mais do que antes de ter passado pela cirurgia. É lamentável!!! E me perdoem os que não concordam, sei que ninguém está livre disso, porém depende de cada um!!! É minha opinião!! E como o propósito deste blog é este, contar minha experiência pessoal, me sinto no direito de expressá-la!!! Considero uma total falta de respeito com a própria vida, com o trabalho dos médicos e também com a vida de tantos outros obesos que sonham com esta oportunidade, quando uma pessoa passa pela cirurgia e por mero desleixe, volta a engordar!! É por isso que sempre ressalto a importância de um bom preparo psicológico antes da cirurgia, e acompanhamento depois dela, pelo tempo que for necessário. Não tenho mais medo de recuperar meu peso antigo!! Hoje eu sei que está em minhas mãos, cuidar para que isso não aconteça!! Eu cuidei de mim, me preparei emocionalmente para as mudanças e hoje me sinto pronta para lidar com todas elas. Sei que devo continuar me policiando sempre, não existe ex obeso, mas como eu sempre disse aqui!!! Existem muitos gastroplastizados que deram certo, e é a este grupo que quero pertencer sempre!! Paula minha querida, tentei responder às suas dúvidas, de uma forma bem pessoal, pois foi assim que elas chegaram até mim, espero ter atendido as suas expectativas e que possa te tranquilizar um pouco. Fique calma, pois se está fazendo tudo certinho como me relatou, estes 20 quilos que ainda restam, muito em breve serão eliminados, e se você fizer a sua parte e der o melhor de si, com certeza seu resultado a longo prazo será um sucesso, assim como farei de tudo, para que seja também o meu!!!
Até mais pessoal!! Em breve direi qual foi o próximo tema sugerido!!!! Continuem enviando suas sugestões!!!
Comentários
5 Comentários

5 Comentários:

^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo