A vida é feita de escolhas.

25 setembro 2012

Hoje saí cedo para os dois compromissos do dia.
Já passava das onze e eu estava morrendo de  fome.
Tomei café da manhã antes de sair, mas na rua, não ando me sentindo segura para comer.
Como já relatei a vocês, ainda não me adaptei muito bem à falta que o pâncreas me faz, e a maioria dos alimentos me fazem mal, então prefiro viver esta experiência dentro de casa.
Não pude fazer muita hora pelo centro da cidade pois o João chega do colégio meio dia em ponto e almoçar com ele tem sido minha prioridade.
Não tinha comida pronta em casa e vim pelo caminho estudando algo bem fácil para preparar, sem abrir mão da qualidade.
De repente me veio aquele estalo.... Miojo!!!!!!!!!!!!
kkkkkkkkkk
Mentira viu gente!!
O estalo foi... Cantina Mineira!!!!!!!!!!!!
É um restaurante de comida mineira bem gostosa, que fica a um quarteirão da minha casa.
Não pensei duas vezes e fui direto pra lá.
Escolhi a mesa e fiquei na porta esperando o escolar do João.
Quando ele fez a parada obrigatória que tem em frente ao restaurante, resgatei minha cria lá de dentro e ficamos para o almoço.
Me servi de uma colher de abobrinha, um pouquinho só de feijão e uma couve refogada que estava com uma cara ótima.
Pedi um bife de frango grelhado para o João, para que eu pegasse uma beiradinha dele...
Enquanto isso a criança se servia.
Hoje ele não exagerou.
Colocou arroz, batata frita, um bolinho que parecia ser de mandioca e salada de pepino com tomate.
Não sei se foi para me impressionar de tanto que falo, mas fez direitinho.
Já na mesa ao lado, uma cena me surpreendeu.
Havia uma mulher, com uma menina de uns quatro ou cinco anos.
As duas, extremamente obesas.
Os pratos!!!! Jesus toma conta daqueles pratos!!!!!
Gente eram duas serras!! Não podia ficar olhando demais, pegaria mal, afinal, o que eu tenho a ver com a vida dos outros? Mas me entristeci!!
Pela mulher não! É adulta, sabe o que faz, escolhe o que acredita ser o melhor para sim. Mas a criança... Uma menininha linda, com um cabelo enorme, uns olhos amendoados, com cílios compridos e uma pança gigante!!!!
Gente tenho certeza de que uma roupa minha, não passaria nas perninhas daquela criança e ela comia parecendo que o mundo ia acabar.
Voltei lá na minha infância e me vi ali...
Aquela foi exatamente uma cena da minha vida.
Eu jamais tive alguém que me falasse para fazer diferente, então eu seguia aquilo que eu via.
Aquela mãe não tem noção do que a aguarda. Não sabe o que é ter em casa um adolescente revoltado com a vida.
Eu fui uma adolescente revoltada com a vida. Triste, infeliz, rebelde....
Tenho pena de pessoas assim, que não fazem nada para mudar sua própria realidade e ainda aprisionam seus filhos a esta vida sem perspectivas.
O que eu tive vontade de fazer?? Tive uma enorme vontade de andar até lá, pegar aquele prato e dizer a ela... Não faça isso com você!! Não faça isso com esta criança!!
Mas infelizmente nem sempre podemos ou devemos fazer aquilo que sentimos vontade...
Me contentei em pedir um suco e tomar enquanto o João almoçava..
Minha comida?? Ficou lá... Senti um nó na garganta que me impediu de almoçar...
Ao pagar a conta, perguntei ao rapaz do caixa,  se poderia deixar lá alguns cartõezinhos do site... Quem sabe não chamaria sua atenção, para que desse um basta naquela situação e resolvesse mudar de vida??? Assim pensei eu...
A vida que levamos resulta unicamente das escolhas que fazemos.
 Com exceção da morte, tudo tem dois caminhos.. Tudo...Nós escolhemos o que queremos, isso é fato.
Quando temos o poder de escolher por nós e por outros, dependentes ou não de nós, nossa responsabilidade se torna ainda maior e precisamos fazer jus a este poder...
Comentários
31 Comentários

31 Comentários:

Ana Banana disse...

Mesmo com pouco tempo de cirurgia hoje eu já me pego olhando a alimentação de outras pessoas e na maioria das vezes me surpreendo com a quantidade de gordura ingerida.Sou gordinha desde que me entendo por gente,se tivesse recebido orientações corretas ainda na infância muito sofrimento teria sido evitado.
Beijos, Lu.

Luciani Sabino disse...

fiquei imaginando a cena e me vendo na menina, quando eu ia comer fora, sempre pensava comigo quanto mais eu coloocar mais vai compensar o que eu to pagando, e fazia aquelas montanhas enormes na qual eu me escondia atras! Pensamento gordo esse que nos da varios quilos a mais e uma saude bem atormentada!!
boa tarde
bjs
http://emagrecerforcaeatitude.blogspot.com.br/

Cary disse...

Oi amiga!
Poxa vida, só no seu relato fiquei imaginando a cena!
Pobre criança, ela não sabe o que está fazendo, mas com certeza já sofre pelas escolhas que a "mãe" lhe faz!
Espero que isso mude, com ela e a mãe dla que também precisa de ajuda, na verdade, a mãe precisa bem mais que a filha, pois acho que tudo vc aprende em casa... Eu sou um exemplo disso, na minha casa nunca foi ensinado a comer coisas saudáveis, sempre em grandes quantidades e má qualidade, no que resultou?? Uma adulta com compulsão e que luta muito a cada dia para fazer boas escolhas!!
O quanto antes vc percebe, e começa ir peo caminho do bem, melhor!
Vamos orar, é a única coisa que podemos fazer por elas!
Um beijo querida, tenha um dia lindo, muita paz!

Nanda Ramos disse...

minha linda eu escolhi ser feliz assim como você.... antes eu tinha bolachas para minha filha coisas assim em casa... agora descobri qu consigo fazer ela muito mais feliz com gelatina e frutas ..... na verdade ela semre gostou de legumes e frutas mas admito era mais fácil eu abrir um pacote de bolacha ou de pipoca e comer com ela....
VERGONHAAAA ainda bemq ue cai na real ahahahha

Anônimo disse...

Oi Lu, que estória triste. Alguém errou com esta senhora e ela agora perpetua o erro com a filha. É triste mesmo, sobretudo pela menina.
Hoje eu tenho mais compaixão por estas pessoas porque eu tive de tomar muuuuitos tombos e sofrer bastante até escolher o caminho certo. Aperta o coração da gente ver outras pessoas na situação que um dia eu estive.
Fique com deus querida! :-)
PS: adoro miojo! hahaha (mas não tem aqui, aleluia!)

Ívian Ferreira disse...

Nossa menina, fiquei aqui só imaginando a cena pavorante que deve ter sido ver essa criança comer exageradamente dessa forma, realmente dá vontade de tomar à frente ir lá, mas não temos essa autoridade. Uma pena os pais serem maus exemplos para essas crianças, que se alimentam mal e deixam que elas sigam o mesmo rumo. Ainda bem que vc está conseguindo aos poucos incultir hábitos mais saudaveis a seu filho, nao é facil acredito, mas ele tem um exemplo em casa e pode se espelhar em vc que procura comer da maneira certa. Desejo que ele tenha mais iniciativas em comer coisas mais nutritivas, leva um tempo mesmo. Seu relato foi chocante, viu!

Um abração querida!

LUCIANE disse...

OI LU EU FIZ ESSA CIRURGIA POR MIM E TBM PELA MINHA FILHA QUE ATÉ OS 3 ANOS FOI MUITO MAGRA EU LUTAVA PARA ELA ENGORDAR DEPOIS ELA COMEÇOU A ENGORDA E TER PROBLEMAS DE SAUDE ELA CHEGOU A PESAR 100KG COM 14 ANOS E HOJE SOU UM EXEMPLO PARA ELA E QUERO CONTINUAR ASSIM PORQUE ELA É MUITO LINDA TEM 1.80 DE ALTURA E NÃO QUERO QUE ELA SOFRA POR SER GORDA , ENTÃO SEMPRE AQUI EM CASA TEM UMA ALIMENTAÇÃO SAUDAVEL BJS LU

Josi Silva disse...

Oi Lu não é fácil ver uma criança já tão novinha obesa!!!
Hoje sabemos o quanto a obesidade é dura com a gente e em breve essa pobre criança verá os seus efeitos se as suas escolhas alimentares não mudarem.
Sou mãe de dois meninos e sei que não é fácil mudarmos os hábitos de uma vida inteira, mas não podemos desistir devemos insistir com nossos filhos com uma dieta saudável e atividade física para que no futuro eles não sofram com os efeitos da má alimentação!!!!!
Somos responsáveis pelas nossas escolhas!!!!
Beijos

Aniinha Felix disse...

Oi Lu, obrigada pela visita, ja estou te seguindo viiu :)

novafasecampbell disse...

Nossa Lu, muitas vezes eu me sinto assim tb! Vejo pessoas se matando, aos poucos.. e é muito triste ver uma criança assim :/ Saber que o futuro dela é certo: obesidade e consequêntemente: tristeza. Enfim! Um beijo liinda!

Anônimo disse...

obrigada pela visita Lu! Seu blog é o máximo, vou acompanhar pq minha mãe vai fazer uma gastro... bjs

Clara disse...

Olá!!!
Menina, vc fez aquela cirurgia? Vou ler seu blog aos poucos...nao, não sou obesa,mas estou acima do peso e me controlando ao máximo pra perder uns 12 kg.... eu consigo sim, claro!

Beijos

Obrigada por visita ao meu blog

Geovana Centeno disse...

oi querida, é infelizmente muitos pais fazem isso com os filhos, acham que uma criança gorda é mais saudavel do que a magra, mas hoje isso tudo caiu por terra, é completamente diferente, gordura não é saude e nem magreza demais tambem...

por isso aqui em casa to sempre de olho nas crianças, a familia do marido tem tendencia..

beijocas!

CLÉLIA TAVORA disse...

oi estou de volta e vim lhe convidar pra conhecer meu novo cantinho!beijos!
Clelia Távora

http://euvouseguirsempre.blogspot.com.br/

Carla Renata (A Teimosa) disse...

é por essas e por outras ke eu acho que tem mulher ke deveria fazer curso de como educar uma criança antes de ter um filho, ou pelo menos aprender a cuidar de si antes de por uma criança no mundo.. mas enfim... a gente não pode mudar os outros.. é capaz de querendo ajudar ainda tomar coice..rs.. bjokas lindeza

Isac Aires disse...

complicado ver isso tipo de cena, a vida eh realmente feita de escolhas, eu fiz a melhor, procurar por saude atraves da bariátrica, espero que essa criança receba orientação o quento antes.Aguardo sua visita no meu blog e vlog, onde conto
tudo sobre minha cirurgia bariátrica.
|Blog| http://isaclourenco.blogspot.com.br/
|Vlog| http://www.youtube.com/100observacoes

Ex Não Vaidosa disse...

Saudações Lu! Mas sabe... não somente com peso... mas muitas pessoas não procuram ajuda para resolver seus problemas que passam isso para todos que estão ao redor! Pessoas amarguradas, tristes, depressivas.... pessoas que nem sabe o que as fazem ficar infelizes.... as vezes a solução está num cartão de um blog no balcão de um restaurante... desejo mesmo que teu ato atinja aquela mulher para que ela acorde e veja o grande mal que esta fazendo á ela e á filha! Beijos e abraços

Micha Descontrolada disse...

triste mesmo!!! tb comia tanto e tantas besteiras qdo criança...mas continuo...vou mudar já!!!


Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

Bethynha disse...

Bom dia flor..
eu tbm não gosto de comer nada na rua..ah sei la ne..não sabemos se realmente é saudavel..
Falando em miojo..eu amooo de paixão..mas minha nutri mandiu eu trocar aquele sache por um molho mais natural, entao eu como a massa do miojo com outro molho caseiro..fia uma delicia
bjao e boa quarta

Yarinha disse...

Oii Lu, adoreii que vc passou lá no meu cantinho pra conhecer!^^

Olha, é realmente triste isso que você relatou...
Quando um adulto escolhe fazer algo a si mesmo.. ele sabe o que está fazendo.. Mas essa criança com ctz nao tem alguem que converse e explique o quanto isso pode e vai fazer mal a ela..
O pior é ter que ficar de mãos atadas né? Afinal.. não da pra sair por aí falando o que a gente pensa pros outros.. mas que da vontade.. aaaaah.. isso dá! rs

Beijinhos

http://yarinhafernandes.blogspot.com.br

ANA CHRISTIANE disse...

NOSSA LU...VC É ABENÇOADA DEMAIS...PESSOA LINDA QUE SE COMPADECE DOA OUTROS...TADINHA DA CRIANÇA, NEM SABE O QUE ESTÁ POR VIR!!!TOMARA QUE NO MEIO DO CAMINHO ELA CONSIGA SE LIBERTAR!!BJUSSS AMIGA E OBGADA POR SEMPRE ESTAR COMIGO!!!

Emagrelícia disse...

Oiee!
Adorei sua visita, viu??? Realmente, eu estava inchada. Tomei 1 litro de chá pela manhã e estou me sentindo bem melhor... Obrigada!


Amei seu blog... vou ler tudo com calma, pois não conhecia ele rs.
Realmente, é muito triste ver crianças obesas. Eu fui uma criança/adolescente e hoje sei o quanto é difícil....

beijos!

Gisareli disse...

Oiee..vim conhecer sua história tbm.. estou adorando seu blog.. e sobre o Post de hoje, depois de tudo que eu passei, creio que serei uma mãe bem zelosa pela alimentação da minha cria, assim como vc... Eu tbm me vi nessa menininha que vc descreveu... Comia tudo que queria, e sempre cheio de bobagens nos armários de casa..levava de lanche pra escola, chips ou bolacha recheada todo dia e comia o saco inteirinho... Meus pais são daqueles que tava gordinha então tava com saúde..aff.. tenho uma cunhada bem loca, que a menina dela é magrinha,mais não por falta de comer. Por natureza mesmo.. aí lá foi ela enfia biotonico na minina.kk.. quando foi no pediatra levo um chingão daqueles. ele disse que ela não deve exigir que a menina coma igual a um adulto. se ela come refeições saudáveis e é saudável, não tem porque engordar... eu tive até q dá rizada dessa minha cunhada.. bjuss

I Believe disse...

Oi Lu tb fico muito triste qdo vejo crianças obesas comendo gordices... eu não tenho filhos, mas se eu tiver vou cuidar da alimentação deles desde sempre.BJks

Anônimo disse...

Oi Linda!

Primeiramente muito obrigada pela visita. Adorei o seu cantinho, passarei por aqui sempre.

Agora, eu fico muito, mas muito mesmo chateada quando vejo uma criança obesa. Será que os pais não se preocupam com a saúde dessa criança??? Ainda não tenho filhos, mas quando engravidar, vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para que meu filho(a) nasça o mais saudável possível! Por isso desde já estou a procura de uma alimentação mais saúdavel, para ter condições de criar meus filhos saudavelmente, que eu sei que será o melhor para eles.

Agora quanto a cirurgia, tenho IMC 37, dores das costas, joelhos... Já pensei em ir atrás da operação pq já tentei várias coisas e sofro uma oscilação horrível. Sem contar que é meio psicológico tbm. Estou fazendo acompanhamento com uma médica, já tomei tudo o que ela me passou e nada adiantou. Várias pessoas me indicaram, mas tenho tanto medo...

Anônimo disse...

Lu é realmente triste isso não é mesmo?
As vezes me lembro de como eu comia também, e lembro que até cheguei a conhecer pessoas que me alertavam, mas eu nem dava ouvidos! =/
Uma pena!

A gente só aprende sofrendo, sempre da pior maneira! =/

Ai amiga, agora em relação ao paciente, estou tão feliz, mas tão feliz, esperei 4 anos por isso, e ter certeza que escolhi a profissão certa sabe?
É ótimo, mas quero ainda uma especialização mais direcionada a imagem pessoal, estética e afins...

bom restinho de semana minha borboleta!

Beijos

Dricka disse...

Nossa Lu! Tu que sumiu! Saiu do face...Eu sai do blog, mas continuo no face.
Beijos!

rachel disse...

Com toda certeza sabes como é difícil mudar senão não terias feito a cirurgia. As pessoas que tentam e fracassam acabam caindo muito mais em tentação nas compensações. É difícil.. quem somos nós para julgar a vida de outrém.

Minha irmã fez cirurgia bariátrica há 3 meses, já eliminou 32 quilos. Ela pesava 115 e tinha IMC de 43.8. Hoje ela está muito feliz, mas a minha sobrinha tem 12 anos e está obesa. As tentativas com a criança já foram de todo tipo, mas é muito difícil conseguir uma mudança. Continuamos tentando mas não é nada fácil... Beijoss =)

Linda disse...

Nossa... realmente dá pena ver uma criança obesa. Digo pena porque sabemos que a escolha não foi dela.
Crianças são como cd's virgens. Nós gravamos o que queremos.
Sem dúvida essa mãe nunca parou para pensar no que a espera. Lamentável!
Você é uma lady querida! Aqueles tempos gordos são agora passado.
Um beijo grande!

Elis disse...

Oi minha amiga linda,

que história hein... o pior é que querendo ou não essa criança precisa de ajuda, ou está condenada a uma luta terrível contra a obesidade. Os hábitos que adquirimos são frutos da nossa cultura, e essa mãe está ensinando sua filha a ser obesa e a não ter controle em frente à comida. É uma pena, penso que falta informação, deveria ser um tema muito discutido nas escolas, para que não precisássemos falar em reeducação alimentar, e sim em educação alimentar. Mas sabemos que isso tudo se inicia no ambiente familiar que é a primeira educação da criança.
abraços

Carla disse...

Oi Lu, estou pela primeira vez aqui, li sua história... parabéns!
Eu nunca fui obesa, o máximo q pesei foi 64kg, agora estou pesando 61,5kg e minha primeira meta é 59kg...mas eu acho q ando comendo demais... hahaha
quando tiver um tempinho passa no meu blog... eu listo td que comi todos os dias... além disso sou vegetariana e busco mostrar como é possível se alimentar direitinho...
bjs,
Carla

^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo