Obesidade X Ansiedade

25 fevereiro 2012

Bom dia galera!!!
O post de hoje deveria ter sido colocado ontem, mas de verdade???
Ontem eu não estava a fim de nada, nem de escrever, que é uma das coisas que mais gosto de fazer na vida...
Motivo??? Abafaaaa!!!!!! Tem dias que não estamos muito bem, só isso!!!rsrsrs
Este tema foi sugerido pela leitora Vivi Ramos, que anda sofrendo com a ansiedade, ao mesmo tempo que luta para vencer a obesidade.
Na verdade, a Vivi sugeriu o tema, mas este é um problema vivido por muitas pessoas, inclusive por mim.
Sempre fui ansiosa, acho que na barriga da minha mãe eu já devia estar ansiosa por nascer logo, e isso me acompanhou vida afora!!!
Vivi, minha linda, o que posso te dizer, é que esta ansiedade até um certo ponto é normal, porém, como tudo na vida, se passar dos limites poderá te trazer sérios problemas, então será estritamente necessário que você canalize este sentimento, mantendo o foco em outras coisas.
Me esqueci de dizer gente, mas a Vivi também é gastroplastizada, e sendo assim fica mais fácil para mim, abordar o tema, pois posso de fato me basear na minha experiência.
Antes da cirurgia, no auge da obesidade, acredito eu, que um dos maiores males que enfrentamos é exatamente a ansiedade, pois ela nos leva a comer compulsivamente, sem vontade, sem sentir sequer o sabor dos alimentos, só para suprir o vazio e a angústia, o que é claro, não acontece.
Acontece sim, que vamos com isso, ganhando cada vez mais peso e complicando cada vez mais nosso quadro de obesidade, além da nossa saúde.
Desejamos de verdade que a situação se resolva, não queremos esperar, mas a frustração que sofremos pelo fato das coisas não acontecerem como imaginamos é muito grande.
A pessoa ansiosa, é ansiosa por tudo, e sofre antecipadamente.
Nunca diga a uma pessoa ansiosa que precisa conversar com ela depois!!!!!! Pois ela não dormirá até que este depois chegue!! Assim sou eu.
Ansiedade não é um problema enfrentado só por pessoas obesas, mas estas, para piorar a situação, descontam na comida e então vira uma tragédia!!
Feita a cirurgia bariátrica, muitas pessoas pensam que se livrarão do problema, mas para isso é necessário um acompanhamento psicológico,e um bom preparo emocional, pois não é fácil de um dia para outro, mudar completamente os hábitos, isso requer prática diária, acontece devagar, mas como o ansioso quer tudo pra ontem, pode estar começando aí, um novo problema.
A compulsão por comida, depois da cirurgia, não pode mais existir, digo por mim mesma, por mais que se queira comer a caixa de chocolates, o saco inteiro de pipoca, não há espaço suficiente no estômago e o  corpo irá te travar.
Vendo-se nesta situação, muitas pessoas passam a focar em outras compulsões, outros vícios e acabam trocando gato por lebre, pois sinceramente, pra deixar de ser obesa e virar bebum por exemplo, não vi  lucro algum na cirurgia!!
A questão da auto imagem também tem muito a ver com a ansiedade, pois todos nós depois de sofrermos tanto com a obesidade, por tanto tempo, queremos resultados rápidos.
Queremos que as roupas caibam logo, que fiquem bonitas, queremos nos sentir desejadas... Mas ao nos olharmos no espelho, não conseguimos nos envergar magras!!
A impressão que tenho, é de que nunca estamos satisfeitas e sempre estamos em busca dos defeitos e não das qualidade, mas isso é somente uma forma de nos defendermos de um mundo que sempre nos atacou por causa da obesidade.
Esta doença, deixa marcas muito maiores do que a cicatriz deixada pela cirurgia, pois as feridas são no nosso íntimo, e muito profundas...
Tenho pra mim, que todos nós sabemos a hora de procurar ajuda, que todos nós sabemos quando chegamos ao nosso limite e que não podemos mais sozinhos. Assim como a obesidade, a ansiedade também é uma doença, e também pode ser tratada, mas é preciso que reconheçamos os sinais do nosso corpo, e que não nos deixemos ser dominadas por ela.
A cirurgia bariátrica veio para nos proporcionar um segunda chance, um novo caminho e não devemos deixar que nada venha a nos atrapalhar, nem boicotar nossos resultados.
Bem Vivi, espero que o texto te ajude um pouquinho a se entender melhor e saiba que você não é a única ansiosa por aqui viu!!! Mas precisamos fazer a nossa parte!! Fique tranquila, você está indo muito bem, seus resultados estão excelentes, mas tudo a seu tempo!! Em breve você terá atingido a tão esperada meta e será só alegria. Não deixe que a ansiedade a faça desviar o olhar do alvo!! Aposte em você!!! Sempre!!!
E se achar que não consegue sozinha, não exite em buscar apoio profissional!!!
Bjos pessoal e bom final de semana a todos!!
Top comentarista deste mês está chegando ao fim, vamos ver quem ganhará a linda camiseta do projeto!!!

Acompanhamento Médico Pós Cirurgia.

23 fevereiro 2012

Olá pessoal!! Hoje venho falar sobre este tema tão importante, porém muitas vezes esquecido!! Quem sugeriu foi a leitora Cleide Morais, já há alguns dias via facebook.
A Cleide já me relatou algumas vezes, que tem tido algumas dificuldades com a alimentação após a cirurgia. Que anda nervosa, sem paciência, que as vezes "explode" com facilidade...
O fato é que eu me identifico muito com alguns pontos do seu relato, então resolvi falar mais uma vez, baseada no que eu mesma vivencio, ou seja, minha experiência pessoal....
"Bem Cleide, com relação ao acompanhamento com a equipe, como já te disse, eu atribuo também a ele, o sucesso da cirurgia a longo prazo.
Todo o processo pré operatório, é muito desgastante, e costumo dizer que este desgaste, acontece em um período que em nada nos favorece, pois estamos no auge da obesidade.
É muito fácil correr atrás de exames, consultas, laudos, quando não se tem muitos quilos acima do peso, fazendo o corpo inteiro doer, massacrando cada junta, te causando falta de ar e constrangimentos.
Mas quando se tem 30, 40, 60, ou sabe-se lá quantos quilos sobrecarregando o corpo, isso se torna uma tarefa árdua! Por várias vezes pensei em desistir, mas na minha cabeça martelava sempre uma frase que parece boba, mas que é a mais pura realidade... "Só não consegue quem desiste!!  "Pensando desta forma, fui dando um passo após o outro e consegui realizar a cirurgia, que era meu sonho.
Eu estava preparada para ela. minha cabeça estava muito bem preparada, então, por mais problemas que tenha tido no pós operatório, foi de certa forma, "fácil" passar por todos eles...
Mas isso não acontece com todos,  sei muito bem como fica nossa cabeça, quando acordamos da anestesia, com um corte no meio da barriga (quem faz videolaparoscopia sente o mesmo) e tendo que reaprender coisas básicas para a nossa sobrevivência, como por exemplo mastigar!!! Tarefa simples e boba não é mesmo???
Nada disso!!!!!!! Para qualquer gastroplastizado, essa é talvez a tarefa mais importante!!!
Meu médico me disse na primeira consulta , que quem não tem bons dentes, não deve fazer essa cirurgia. (nunca mais me esqueci).
Parece bobagem, mas é uma mudança muito grande, pois na maioria das vezes, antes de operar, nem mastigávamos.Vulgarmente falando, matávamos na língua e engolíamos, essa é a verdade.Então além desta mudança, o emocional já está muito abalado, a auto estima machucada, (quando ainda existe), e ainda  vem os outros sintomas. A primeira sensação que tive quando minha alimentação normal foi liberada, foi de que estava perdida no meio do deserto, pois o médico disse que eu poderia comer de tudo, e eu não conseguia de fato comer nada, pois me sentia muito mal com alguns alimentos e tinha medo de ingerir os outros.Nesta fase o acompanhamento pra mim foi fundamental, pois conversando com a nutricionista, comecei a inserir aos poucos na minha alimentação, todos os grupos de alimentos.Aprendi a priorizar os que mais favorecem meu corpo e a comer somente de vez em quando ou de vez em nunca, os que em nada me acrescentam.O emocional também conta muito, pois é necessário aprender a lidar com as mudanças.Muitas pessoas, como é o meu caso, mesmo que a base de anfetaminas, (remédios para emagrecer/inibidores de apetite), já estiveram magras e almejam um corpo que talvez já tenham tido.Outras, sempre foram gordinhas e chegaram ao extremo da obesidade sem saber o que era de fato emagrecer, então quando se deparam com sua nova realidade, se não tiverem um apoio, entram em parafusos!!Pesa muita coisa gente... O corpo que vai tomando forma, as roupas que se tem, já estão largas e caindo, mas as das lojas ainda não entram... Vizinho que fica te observando chegar em casa, e na sua cabeça, você jura que ele está questionando o motivo de você ter operado e continuar gorda (acham que vamos descer  magros da mesa cirurgia), maridos que arranjam um ciúme descabido, ansiedade por resultados rápidos... Tudo isso vira um turbilhão na cabeça e como estamos sensíveis o estrago pode ser grande.Enfim, são muitos os fatores que nos abalam depois da cirurgia.Se o paciente após o procedimento, não procura nenhum apoio, não se relaciona com outros operados, não conversa, não se informa, não tira duvidas (não vale dizer que nunca teve dúvida pois não vou mesmo acreditar), as chances de ter problemas emocionais, de ficar mais ansioso, de transferir a compulsão pelo alimento, para outra ainda pior, é muito grande, mas algumas pessoas insistem em achar que é bobagem.O nervosismo, a irritabilidade, (a vontade de matar o primeiro que faz uma pergunta idiota),por mais que pareça não ter um motivo que justifique, tem sim, e hoje sei que a alimentação influencia até nisso, pois o organismo precisa de todos os nutrientes e se o deixamos com alguma deficiência, ele dá seus sinais, até que corrijamos o que está errado! O problema é que nem sempre conseguimos descobrir isso sozinhos, precisamos fazer exames, muitas vezes tomar alguma vitamina, e isso só é possível com a ajuda dos profissionais!!Alguns cirurgiões não estão nem aí, fazem seu trabalho, que é reduzir o estômago e se fisicamente está tudo bem, pra eles é o bastante!! Graças a Deus não é o caso do meu, que acompanha seus pacientes enquanto é necessário, sem estipular um tempo pós cirurgia, e acredito que isso, no meu caso, fez toda a diferença!!"
Cleide querida, tentei ser bem clara, direta  e objetiva, espero que você goste do texto, que ele possa de alguma forma te ajudar e no que precisar, pode contar comigo viu!!!
Galera, a promoção Top Comentarista continua, a camisa do projeto é linda!!! Pra participar é só seguir e comentar!!!
No próximo post, falarei sobre  Obesidade X Ansiedade, sugerido pela leitora Vivi Ramos.
Bjos e boa quinta feira a todos!!



Post Fotográfico!

22 fevereiro 2012





















Viagem de feriado.



Ei pessoal!!
Me desculpem por ter ficado tantos dias sem atualizar a casinha, mas tirei uns dias pra descansar, em um lugar onde o único meio de comunicação é o eco!! Sim!!!! Aquele eco que você grita na montanha e ela te devolve com sua própria voz!!!rsrsrs
Estava precisando disso,um tempo sem internet, sem celular, um tempo a sós comigo mesma.
O dia a dia cansa.
A rotina, acaba desgastando mais do que o esperado, e de vez em quando é necessário dar um tempo para recarregar as energias.
Não gosto de carnaval, pra mim o que conta é o feriado.
Por causa das minhas convicções religiosas, me desliguei desta, e de outras festas, já há algum tempo,o que de maneira alguma, faz com que eu desrespeite as crenças alheias.
Como o feriado de carnaval é um pouco mais longo, nos possibilita fazer várias coisas e para este ano, eu escolhi a paz e o silêncio do interior.
Aproveitei os dias também, para rever alguns conceitos, para repensar algumas decisões e atitudes que tomei, talvez em momentos não oportunos, e que acabaramme deixando um pouco insatisfeita.
É sempre bom fazermos isso, um balanço de nossas vidas... Uma excelente maneira de nos reorganizarmos, de termos uma postura diferente, quando esta, se faz necessária.
Aproveitei também para dar uma avaliada na minha alimentação e descobri que tenho feito muita coisa errada.
É verdade que já emagreci o suficiente, que estou extremamente satisfeita com meu peso,mas... Até quando??
Não fiz nestes dias, nada de muito diferente do que faço todos os dias na minha casa, deu pra
ter uma noção bem aproximada do que tem sido basicamante minha alimentação.
Não estou falando de exageros, não mesmo, não exagerei em nada, comi dentro das quantidades toleradas pelo meu estômago, sem passar fome e sem neura.
Mas gente... Comi errado, muito errado!! E o pior de tudo é que puxando pela memória os dias que antecederam, constatei que tenho pregado algo, que nem sempre tenho
vivido, e que isso, não pode continuar.
Mas Lu,você está tão magrinha, está comendo errado e não está engordando assim mesmo, ficar preocupada com isso pra que???
Galera, não operei pra repetir os mesmos erros que cometia antes da cirurgia.
Estou magrinha, mas isso não quer dizer que esta, será minha realidade pra sempre, pelo menos não, se eu não cuidar direitinho para que seja.
Observei que não estou respeitando os horários, não estou mais tão disciplinada e quero pegar mais pesado com essas questões, afinal quero viver pra sempre feliz como estou.
Ando comendo muitos doces, sorvetes, picolés, isto não estava em minha programação.
Embora o motivo tenha sido a hipoglicemia, preciso contornar de alguma forma, até porque, não faço nenhuma atividade física!!! (Eu odeio a hipoglicemia mais do que qualquer outra coisa que já tenha sido odiada na face da terra!!!! #prontodesabafei#)
Pois bem, não tenho paciência, mas começarei a anotar o que como só para um melhor controle.
Isso não será um novo estilo de vida, farei todas as vezes que for possível e sem estipular um tempo, só para que eu possa vizualizar melhor os erros, para corrigí-los, antes que algum estrago realmente ocorra.
Pois bem, vou postando aqui, aos poucos o que tem mudado, para que vocês possam acompanhar de perto!!
Bjs gente e até mais!!!
Ps... (Voltarei ao pilates, no momento nada mais me apetece no quesito AF)
Ps do Ps... ( Assim que possível coloco as visitas em dia e fotos pra vocês!! São 3 da matina e marido tá querendo me jogar pela janela!!)
bjussssssss

Alcancei o seu Madrugaaaa!! 14 meses de gastro!!!

15 fevereiro 2012


O que posso dizer hoje, ao completar 14 meses de gastroplastia??? O que ainda não foi dito no decorrer deste período??
Bom, comprei um pacote e assumi tudo o que nele viria... E vieram muitas surpresas!! Algumas maravilhosas, outras nem tanto, mas na vida as coisas são assim e pagamos um preço por tudo.
Sem sombra de dúvidas, foi a melhor escolha que fiz!! Nem por um único segundo me arrependi.
Se por acaso tivesse que voltar no tempo e fazer tudo novamente, faria sem pestanejar...
E não mudaria nada!!! Faria questão de pegar exatamente o mesmo pacote, onde novamente viriam, muita dor ao acordar da anestesia, atelectasia pulmonar, queda de cabelo, HIPOGLICEMIAS e  muita chateação...
45 quilos eliminados em um ano, total resgate da auto estima, alguns amigos de quem hoje, já não abro mão, além de muitas outras coisas.
Enfim, tudo o que veio no pacote, contribuiu para que eu me tornasse a pessoa que sou hoje, muito mais madura, muito mais mulher... 
Uma pessoa muito melhor, e disso tenho certeza. Agradeço a Deus sempre, a todos que estiveram ao meu lado também!! E claro que agradeço ao meu doutor , que também estava no pacote e o tornou insubstituível!!!! Cuidou de mim durante todo esse tempo e me recebeu em cada consulta, como se fosse a primeira, e sei que dei trabalho!! (continuo dando)
Doutor... Que se explodam todas as retaliações e críticas que você sabe que recebo.... Não devo nada a ninguém!!
Amo você pra sempre!!!!
Obrigada por tudo!!!

Galera, fico devendo o antes e depois dos 14 meses viu!!! Hoje está impraticável fazer uma foto nova!!!!
Bjssss

Divagando...

13 fevereiro 2012

Cansada
Cabeça Quente
Cheia de problemas
Mas extremamente feliz com minha vida!!
Depois da gastro, ao contrário do que muitos pensam, minha vida não mudou, meus problemas não mudaram..
Alguns estão até maiores..
Então o que aconteceu Lu?? Porque você está tão feliz???
Porque a cada dia descubro que EU mudei!! Mudei pra melhor, estou mais madura...
Mais centrada...
Tenho me surpreendido com minhas próprias atitudes, e isso é bom...
Quisera eu voltar no tempo, em uma época em que eu batia de frente com tudo e com todos, só pra fazer diferente, só pra aplicar em situações passadas, as lições que tenho aprendido hoje. ..
O tempo não volta, mas continuo feliz!!!
Hoje sou uma pessoa melhor!!!
E estou orgulhosa de mim!! Sei que sem a gastroplastia nada disso seria possível!!
Essa cirurgia tão polêmica fez maravilhas pela minha vida...
Só tenho a agradecer a Deus a todo instante pela oportunidade!!!!!!!!!!!

Post fotográfico - 4° Encontro Gastro Feliz

Sempre muito bom estar com essa turma!!! Em março teremos outro encontro, porém orientativo com palestras de profissionais e sem comilança!!
(Na verdade fazemos só farra, mas comemos pouquinho!!)






















Meu João!!



Cartões de visita

09 fevereiro 2012


Galerinha!! Vejam que lindos ficaram os cartões do projeto!!!!!
E sábado teremos encontrinho!!!!Nossos encontros são bem legais, divertidos, juro que me sinto em casa quando estou rodeada pelas borboletas!!! É muito legal ver a euforia das meninas que já operaram, a ansiedade das que irão operar... Aprendo demais com todas elas!!!
Este "trabalho" tem me feito muito bem!!!
E sábado, acho que todas já terão suas lindas camisetas!!! Em breve verão as fotos!!!
bjssss


E a cabecinha, como anda??



Uma das inúmeras coisas que percebi após a minha cirurgia, é a importância da ajuda psicológica no decorrer do processo de emagrecimento e  na manutenção da meta alcançada.
Antes da cirurgia, eu usava a compulsão alimentar como um "calmante" para algumas tristezas, frustrações, ou algum projeto não realizado.
Hoje, não tenho mais como usar este "calmante", pois tenho um estômago que é 1/3 do que era antes da cirurgia.
Não adianta querer aliviar minhas tensões, nem amenizar meus sofrimentos comendo, me lembro até mesmo de  uma conversa que meu ortopedista teve comigo, antes de me dar seu parecer favorável...
Ele me disse que ninguém poderia passar a vida comendo e vomitando e que se eu não estivesse preparada para o que estaria por vir, seria esta a minha nova realidade.
Disse também, que poderia haver até uma troca de compulsão, caso eu não administrasse bem, as mudanças pelas quais estava prestes a passar.
Confesso a vocês, que não fiz nenhum acompanhamento psicológico antes, e nem faço hoje.
Trabalhei muito bem o meu emocional, estava firme e decidida no meu propósito e naturalmente fui me preparando.
É  claro que passei por entrevista com uma excelente psiquiatra, assisti à algumas reuniões da CVE (Clinica Cirurgica Video Endoscópica - Que é onde atende o meu médico), mas nada muito específico, a ponto de dizer que era um preparo psicológico pré operatório...
Li muito durante todo o processo e escrevi muito, acho que isso também foi um fator importantíssimo, já que no papel, externei todas as minhas emoções, e depois, relendo, me preparei para elas.
Consegui administrar bem o medo, as várias fases de transições que passamos depois da cirurgia, e por incrível que pareça, enfrentei bem, até algumas intercorrências que tive.
Amadureci muito, e hoje, ao ouvir das pessoas que me preparei muito bem emocionalmente, mesmo sabendo que poderia ter feito melhor, que poderia ter tido um melhor acompanhamento psicológico, sinto que não pulei nenhuma etapa e isso fez toda a diferença.
Não vivo vomitando, como o doutor me advertiu, pelo contrário, só vomito se passo mal, as vezes por comer rápido demais, por me esquecer de mastigar corretamente, com a vida corrida que se leva hoje em dia, acaba acontecendo as vezes.
Nunca passei mal por comer além do limite tolerado, esta foi uma das primeiras lições que aprendi... Respeitar meus limites.
Também não troquei minha compulsão alimentar, por nenhum outro vício.Não bebo, não fumo, não faço uso de nenhum tipo de droga, não desconto meus problemas nas compras, nem em sexo ou internet.
Aprendi uma coisa que por si só, fez valer todo o sacrifício... Uma coisa pela qual valeria a pena, e eu passaria por tudo novamente.
A prendi a resolver meus problemas!! A enfrentá-los, a não me esconder deles...
Se eu fosse madura o suficiente para ter feito isso antes, talvez nunca tivesse sequer atingido a obesidade.
Mas como sempre menciono aqui, tiro proveito de tudo, e uso todas as situações, sejam elas boas ou ruins, a favor do meu crescimento.
Aconselho a todos que pretendam passar pela cirurgia, a se prepararem para ela, da melhor forma possível, pois é isso que garantirá o sucesso a longo prazo!!
Top comentarista valendo gente!!!!!!!!!!!
bjs

E depois da cirurgia????

08 fevereiro 2012

Uma das maiores mudanças decorrentes da cirurgia bariátrica, é a auto estima elevada e a necessidade de recuperação dos valores! No geral,quando as mulheres eliminam uma quantidade significativa de peso, acabam criando coragem para encarar o espelho, se sentindo mais bonitas, desejáveis, passam a sentir a necessidade de uma maior qualidade na vida amorosa/sexual, com isso, muitas das vezes, acabam sendo até radicais, e optando por uma separação... (Na maioria das vezes, o emagrecimento é só o chute no balde, a gota d´água que faltava para que o caldo se entorne. Para especialistas que acompanham os obesos após o procedimento, a mudança de parceiro tem se tornado tão comum, que passou a ser tema de estudos. “Essa é uma cirurgia que mexe com as relações humanas. A pessoa muda muito depois dela, e se tiver um casamento mais ou menos, ele irá com certeza acabar”. Dizem os especialistas. Em 2009 foi feito um estudo neste sentido, com 20 mulheres que venceram a obesidade, depois da cirurgia bariátrica. Metade delas havia se separado. O resultado desta pesquisa, foi apresentado no Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica, realizado em junho de 2010, em São Paulo. O estudo deu prioridade ao comportamento das mulheres, porque somos nós, quem passamos pelas maiores transformações depois da redução do estômago. A mulher não consegue conviver com essa infelicidade, quando começa a se sentir bonita e independente. O homem costuma resolver isso, mantendo um relacionamento paralelo.” Se conseguimos emagrecer, porque não podemos ser felizes em um relacionamento? (É o que passa na cabeça feminina, na verdade achamos que se pudemos emagrecer, podemos tudo!) Além da autoconfiança que chega com o emagrecimento, a mudança de rotina do casal, pode contribuir para o fim do casamento. Muda o cardápio, o tempo e a rotina das refeições, os interesses... Se o companheiro não se adaptar, até isso pode ser a gota d’água. Uma vez mais confiante, com a auto estima elevada, a mulher passa a cobrar do seu companheiro novas atitudes, um novo posicionamento diante de determinadas situações, sente necessidade de ser elogiada, reconhecida, e muitas das vezes, tudo isso é algo que já não existe mais entre o casal. Uma amiga gastroplastizada, separada, mas que prefere não ser identificada, me deu seu depoimento... "
Com 60 quilos a menos, passei a trabalhar, tinha menos tempo para a casa, para o marido e queria aproveitar a vida. Meu ritmo mudou. Engordei 45 quilos depois da primeira gravidez. Tentei a dieta da lua, do sol, do carboidrato, da sopa, e, como nada surtia efeito, me dei de presente a cirurgia, em julho de 2007. O divórcio veio dois anos depois. Comecei a me gostar e me valorizar. Passei a respeitar mais as minhas próprias opiniões, afirmou. Agora sou eu quem decido o que faço, tenho opinião própria. Eu resolvo minha vida, coisa que a obesidade, não me permitia fazer, ou melhor, que eu não me permitia fazer, devido à obesidade. Hoje estou novamente casada, amando e sendo amada, vivendo minha vida do jeito que sempre acreditei merecer!! Estou sendo feliz, com uma pessoa que me valoriza. Agora, meu ex marido, é quem não aceita o término da relação, mas não foi por falta de aviso. As pessoas anulam-se e deixam-se anularem, por causa da obesidade, mas quando se veem livres do problema, querem recuperar todo o tempo perdido.
" Poisé gente, é devido à todas estas alterações comportamentais pós cirúrgicas, que os psicólogos pedem, que nenhuma decisão muito séria ou definitiva, seja tomada, antes que se complete pelo menos 1 ano de cirurgia, pois este é o período mais crítico, onde a perda de peso é maior, e as emoções encontram-se a "flor da pele", digamos assim!!!" Bjos pra vocês e boa quarta feira!!!

Se importam em me ajudar????

06 fevereiro 2012


Boa noite pessoal!!
Quando pensei em mudar o foco deste blog,(que antes era somente sobre meu emagrecimento com reeducação alimentar) foi com a intenção de passar a todos, tudo aquilo que sentia antes, e o que sinto hoje, como gastroplastizada, como uma pessoa que com muita luta, conseguiu enfrentar e controlar a obesidade.
Pensei em mostrar  o outro lado da gastroplastia, aquele que nem o médico pode passar, pois não vivenciou.
É muito diferente conviver  com um gastroplastizado, cuidar de um gastroplastizado, e ser um gastroplastizado.
O que ocorre, é que as vezes é muito difícil, pois preciso ser verdadeira, realista , mas ao mesmo tempo prudente.
Uma vírgula mal colocada em uma frase, pode me trazer vários problemas, posso ser muito mal interpretada.
Acreditem, tento fazer o meu melhor, mas sou perseguida a todo momento, por pessoas que não conseguem admitir o sucesso da minha felicidade.
Eu não me importo, tenho meu jeito de ser e jamais mudarei para agradar aos outros.
E gosto de ser como sou, a verdade é essa!!!
Meu objetivo, é ajudar a todos que venham até mim, precisando de informações, ou mesmo de uma palavra de apoio, é só o que posso oferecer, já que não tenho capacitação nem formação para nada além disso!
Peço a vocês que me lêem, que me ajudem a ajudar, que não deixem que o foco do blog se apague!!
Podem contribuir com comentários, com relatos, podem me ajudar a fazer uma página cada dia melhor.
Muitas pessoas serão beneficiadas, assim como acredito, que tantas outras já foram!!
Se quiserem, podem me enviar seus depoimentos, que publicarei aqui, e se preferirem, os nomes serão preservados!!
Tenho certeza de que vocês tem muito à acrescentar a este espaço!
Bjo grande e não se esqueçam do Top Comentarista!!

Resumo - Como tudo começou...

Minha história com a obesidade, vem desde a minha infância. Minha lembrança mais comum dessa época, é de uma menina gorda, sofrendo deboches na escola. Era a rainha dos apelidos maldosos. Penso que se toda essa informação sobre bulliyng que temos hoje, existisse naquela época, eu seria uma das vítimas mais habituais.. Na adolescência, o sofrimento se acentuou, pois foi nesta fase que senti de verdade, a rejeição na pele, se a vida do obeso já é difícil, imaginem como isso se torna um pouco pior, quando se vive em uma cidadezinha do interior... Já na fase adulta, e depois de muito tentar emagrecer e estabilizar o peso, acabei conhecendo as famosas anfetaminas e fazendo deste recurso, o meu melhor amigo. Conseguia me manter magra por um tempo e logo que parava de tomar os medicamentos, engordava tudo o que havia perdido, e em todas as vezes, alguns muitos quilos além!!! Quando isso acontecia, novamente recorria ao veneninho amigo, e isso virou literalmente, um círculo vicioso. E o vício foi além, pois as anfetaminas me tiravam o sono e para solucionar também este problema, comecei a intercalar o veneno, com fortes medicamentos para dormir... A essa altura da minha vida, a bagunça era geral... Muitas alterações de humor, comportamento agressivo, depressão.... Meu filho, criança inocente, foi privado de uma boa mãe, durante um bom tempo, por causa da obesidade. Eu me sentia um zumbi, magra, mas dopada 24 horas por dia... Foi no dia em que meu marido disse, que estava cansado de ter uma esposa "noiada", que a ficha caiu... Nunca bebi, nunca fumei, jamais me droguei, e estava sendo comparada a uma drogada!!! Mas não era mentira, aqueles medicamentos eram drogas fortíssimas e estava acabando com a minha vida... Não podia suportar aquilo, então jurei por mim mesma, que nunca mais tomaria sequer um comprimido... Adeus anfepramona e adeus Rivotril... Foi difícil demais, pois meu organismo estava completamente dependente, mas não volto atrás nas minhas promessas.... Suportei... Deste dia, até o dia da minha cirurgia, foram menos de 3 anos, mas com 2 eu já estava gigante. Me lembro, que no meu aniversário de 28 anos, eu estava magra e no de 30, já não saía mais de casa devido à obesidade!!! Eram quarenta e dois quilos e setecentos gramas, sobrecarregando meu corpo. Jamais gente, nem sequer por um dia da minha vida, consegui ser feliz gorda, há quem conviva melhor com o problema, nunca foi o meu caso. Ao olhar no espelho, não enxergava a mim, mas sim, a um corpo estranho, deformado, feio e gigante... A saúde comprometida por todos os lados... Tinha uma única certeza, não voltaria a tomar aquelas porcarias, mas não conviveria com a gordura, preferia a morte! A cirurgia salvou a minha vida, pois hoje, além de magra, estou saudável e completamente lúcida! Além é claro, de muito feliz!!! Não tomo mais nada para emagrecer, me alimento de forma saudável e graças a Deus, o sono nunca mais me faltou... Tenho vivido com qualidade, recuperando tudo o que a obesidade me tirou. Meu filho tem uma mãe presente, e meu marido nuca mais teve motivos para se queixar. Hoje tenho disposição e amo comemorar a vida!!! Comemoro a todo instante. Brindo à saúde, brindo à auto estima, brindo à oportunidade!!!! A obesidade é uma doença cruel, nos rouba a dignidade... Mas ainda existem pessoas, que acreditam que os obesos não revertem o quadro, por falta de vontade, por preguiça... Quem nunca passou pelo problema, não faz ideia do que é conviver com o preconceito e com a discriminação, que na maioria das vezes, começa dentro de casa, da própria família e pessoas próximas... Por não conhecerem a dimensão do sofrimento, acho que caberia ao menos o respeito... Respeito à dor alheia!!! Bom dia e excelente semana a todos!!!!!!! Não se esqueçam do Top Comentarista!!! Querem a camiseta do projeto né????rs
Este doutor, é um dos maiores amores da minha vida...

Agradecimento

05 fevereiro 2012

Oi gente!!! Viram que o bloguinho está de cara nova né??? Não ficou lindo?? Poisé, já escrevo aqui há mais de 4 anos, sempre quis um template personalizado, baixava algum gratuito na net, fazia algumas modificações, mas não ficava satisfeita. Quase fiquei doida neste comecinho de ano, pois disse que mudaria o layout, mas quando fui instalar, o que consegui foi desconfigurar tudo... Nessa confusão, fiquei nervosa, chateada e comecei a pesquisar por alguém que fizesse o trabalho por mim. É claro que teria que pagar por isso!!! Foi a primeira vez que gastei com o blog, mas fiquei muito feliz com o resultado,valeu muito a pena!! Uma amiga blogueira,Roberta Fischer me indicou a Raquel Melo, e quando vi seu trabalho, gostei e já encomendei. Gostaria de agradecer à Raquel, pela paciência que teve comigo, mandando emails, pedindo modificações, cobrando... O resultado ficou perfeito!! Exatamente como eu esperava!!! Agora, o blog tem a minha cara, combina comigo!!! Tenho certeza de que me sentirei até mais inspirada na hora de escrever!!! E se por acaso me cansar, e quiser trocar novamente, já tenho a quem recorrer!!! Quero agradecer também à Roberta, que foi muito gentil fazendo a indicação!!Amei!!! É isso pessoal, continuarei postando e continuem participando da promoção pra ganhar a camiseta do Projeto Gastro Feliz!!!! Será uma por mês, e todos tem chances de ganhar, é só não esquecer de deixar um comentário e clicar em participar do blog!! Bjos e bom domingo!!!

Anemia

03 fevereiro 2012

Oi gente!! Na minha última consulta,meu doutor lindo viu que estou anêmica!!! Nada alarmante, porém é preciso tratar!! Ele me receitou 5 injeções de Noripurum, para tomar uma por semana e após 15 dias, devo voltar para refazermos os exames. Tomei a quarta hoje e já me sinto melhor, estava andando fraquinha.... Vocês devem se perguntar, por qual motivo fico falando dessas coisas aqui, já que pode causar preocupação em quem pretende operar. Preciso ser sincera gente!! Preciso mostrar o que realmente acontece comigo, já que falo do meu dia dia... Sou real, minha vida é real e não conheço ninguém que não passe por dificuldades, imprevistos... Acho muito mais honesto relatar o que acontece, para que ninguém pense que a cirurgia só tem o lado bom!! Como tudo na vida, ela tem dois lados e temos que pagar o preço. A vigilância deve ser constante e os cuidados redobrados. Sempre tive muito medo de anemia, pois já tive um quadro seríssimo uma vez e tive até que ficar internada, e nem sonhava em operar ainda, então, com ou sem cirurgia pode acontecer!!! Para ajudar no efeito das injeções, tenho caprichado na alimentação, comido muito fígado, couve, brócolis, mostarda, feijões diferentes, beterraba, cenoura, suco de laranja com inhame... Enfim, dentro do que consigo ingerir diariamente, tenho me esforçado!! Quero ver o resultado positivo no exame, isso sim!!! Olhem o suco que fiz hoje,com os ingredientes da foto, tomei no lugar do jantar, não dava pra ser os dois, porém, mais tarde, ainda comi uns biscoitinhos!!! Bjos pessoal, e não se esqueçam de participarem do Top Comentarista!!!!!!!! Não se esqueçam também, de que para valer a sua participação, é necessário ser seguidor oficial, ou seja, é preciso clicar em Participar Deste Site, que fica à sua esquerda na tela, senão seus comentários não serão contabilizados!!!! Bom final de semana!!!!!!!

Obesidade e desemprego - Infelizmente, tudo a ver!!!

Os problemas causados pelo excesso de gordura corporal, vão muito além dos tão conhecidos, como problemas cardíacos, diabetes, hipertensão, derrame, depressão e vários outros.Uma pesquisa que encontrei dando sopa pela net, realizada com mais ou menos 30 mil empresários e executivos, mostrou que mais de 65%, tem restrições para contratar obesos....Falando assim, dá até para pensar, que obeso não tem contas no fim do mês, ou família para sustentar...Resumidamente, vejam os principais pontos que foram colocados por eles...1- As empresas, necessitam passar uma boa imagem, de que se preocupam com a saúde dos seus funcionários, e por saberem que a obesidade é uma doença, elas deixam de contratar pessoas com esse perfil.2- Os obesos, tem maior dificuldade em acompanhar os magros, quando as tarefas exigem agilidade e habilidade, o que acaba causando prejuízo!!3- O principal para as empresas, é que os obesos, apresentam maiores chances de ficarem doentes, e por isso, para irem ao médico, faltam mais ao trabalho... ( Já se contradisseram, se preocupam com a saúde, mas não querem profissionais indo ao médico rotineiramente...)Então fica a minha dica,que vale para todos, não apenas para quem já está obeso. Não devemos nos preocupar, somente quando já estivermos com o problema, a prevenção continua sendo o melhor remédio. Portanto, se você não é obeso esforce-se para continuar assim, cuidando da sua alimentação e fazendo exercícios físicos, na maioria dos dias da semana! Se você já está obeso e quer mudar, vá atrás do seu objetivo, procure ajuda de profissionais qualificados...Nutricionistas,endocrinologista, até mesmo de psicólogos!! Eles poderão te ajudar muito!E se você não tem um convênio médico, não pode pagar uma consulta particular, ou por algum motivo, não quer buscar uma consulta através do SUS (Sistema Único de Saúde) como se fosse difícil encontrar um motivo né??rsrs, ainda assim, existem alternativas e formas de contornar a situação, pelo menos quando o estágio ainda não chegou à uma fase crítica.Reduza as quantidades de alimentos ingeridos, tente fazer alguma atividade física. Mesmo uma simples caminhada, de uma hora por dia, pelo menos 3 vezes por semana,em passos rápidos, já oferece bons resultados e você não gasta nada!$$$$Vale tudo, até que se consiga chegar à raiz e solução do problema. Veja bem, você ESTÁ obeso, você não precisa SER obeso por toda a sua vida...Não vou dizer que depende somente de você, mas depende muito de você!!!!!!!!!!!!!!Não é somente pelo desemprego, a entrevista chamou minha atenção, mas a obesidade atrapalha em toda e qualquer área da nossa vida.Sabem que não estou dizendo isso para criticar ninguém, senti na pele os problemas que relato, sei bem o quanto um obeso sofre!!!Bjs gente!! Não se esqueçam de que comentando, podem ganhar uma camiseta do projeto!!! Gostaram dela?? Tirei estas fotos só pra mostrar a vocês!!!!!!

Pequenos prazeres que a cirurgia me proporcionou...

02 fevereiro 2012

Cruzar as pernas, de preferência usando essas meias 7/8 da foto acima!!!(Como amo meias 7/8!! Pura elegância e sensualidade né??rsrs) Fazer uma caminhada sem ter que parar o tempo todo pq o cansaço me consome. Fazer sexo sem ter vergonha de me mostrar, e realizar desejos que antes, não me sentia a vontade. Usar uma saia, por que ela é do meu tamanho,por ter ficado linda em mim, não por ser a única peça que entra!!! Cortar meu cabelo como eu quero, por que não tenho mais cara de biscoito trakinas. Usar maquiagem, acessórios e tudo o que tiver vontade sem ter medo de parecer maior ainda. Sair na rua de bermuda e chinelo, sem passar a impressão de "toda largada". Usar pijamas de menininha,tamanho P (agora PP) ou até camisolinha "toda boa"... Encontrar lingeries lindas, que não me façam ficar ridícula dentro delas. Entrar nas lojas e não chorar por que não tinha a minha numeração. Poderia escrever mil coisas aqui, que ainda faltaria espaço e tempo, para dizer o quanto essa cirurgia me modificou... Minha auto estima, meu ego, meus valores e tudo o mais que tenho dentro de mim mudou e mudou para melhor! E ainda me perguntam, se acho que fiz a melhor escolha... Não, eu não acho, tenho certeza!!!! Meu recadinho de hoje, vai para minha querida Carla Cristina... Flor, não ache que você é a única a pensar em desistir do blog, por causa de comentários inconvenientes não!!!Já pensei várias vezes também!! Mas só pensei, pois afinal, o blog é meu, quem paga minha net sou eu, não devo nada a ninguém, e gente ridícula, que perde seu tempo lendo o que escrevemos, só para criticarem depois, é o que mais tem, então, deixe que falem, modere os comentários e só publique o que te acrescenta.... Os que gostam, continuarão lendo, mesmo que não comentem. O resto?? O próprio nome diz... Resto... Delete, pois não serve pra nada!!!! Bjosssss Galerinha!!! Não se esqueçam do ranking dos comentários!!! Começou a valer ontem!!! A camiseta do projeto é lindaaa!!!!!!!

Ganhe uma camiseta Gastro Feliz!!!

01 fevereiro 2012

Pessoal, como já havia anunciado no Facebook, à partir de hoje, dia 01/02/2012 começa a valer a promoção Top Comentarista. Para participar, é necessário ser seguidor deste blog, e fazer comentários pertinentes ao tema do mesmo. No final de cada mês, o leitor que mais tiver comentado, receberá uma camiseta do Projeto Gastro Feliz - De Bem com a "Nova Vida". Farei o envio mesmo que o vencedor não more em Minas Gerais!!!! Divulgarei o nome do primeiro comentarista Top,no dia 01\03/2012 e aguardarei contato durante 2 dias úteis, para informações de envio por correio!!! Ps... Para ser seguidor, é necessário se inscrever para participar do site, do lado esquerdo da tela, desta forma seu rostinho fará parte da seleção de seguidores. Os comentários serão contabilizados à partir deste post. No link Top Comentarista, também a esquerda da tela, os nomes e comentários que aparecem, são um resumo geral de todo o conteúdo do blog, não é o que vale para a promoção, contarei um a um, para enviar a camiseta. Boa sorte pessoal, quanto mais comentarem, mais chances terão de ganhar!!! jo pessoal e boa sorte

Vida corrida e fotos.

Bom dia pessoal, as aulas voltaram e junto com elas, a correria!!! Estas são fotos de algumas coisinhas que a gastroplastizada anda comendo!!!!!!!!!!!!
Beijossssssss
^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo