E depois de dois anos, como andam as quantidades?

06 fevereiro 2013




Ei gente...
Olha, desde que operei, que optei por levar uma vida bem saudável. Sempre quis me aproximar o máximo possível da normalidade, então tento não me prender a certos hábitos.
Me pesar - Já pesei todos os dias, já pesei de manhã e a noite, já pesei uma vez por semana, de quinze em 15 dias, hoje defini que para mim, o normal é me pesar de vez em quando. Esporadicamente, quando sinto necessidade, não sei se faço isso uma duas, três vezes por mês, a balança fica no meu banheiro, quando cismo subo lá. As vezes antes de ir ao médico também, pois meu doutor sempre me pergunta se me pesei, então se me lembro, peso em casa. Não gosto da balança da clínica.
Pesar as refeições - Na verdade acredito que este seja um hábito que só deva ter quem come muito fora de casa. Eu até como fora regularmente, umas duas ou três vezes por semana, mas nem sempre é em restaurante por quilo.
Reconheço que muitas vezes ainda hoje, me pego comendo com os olhos, colocando no prato uma quantidade além do que o meu organismo suporta.
Eu como pouco.
Mas já comi bem menos.
Já mencionei aqui que percebo que com o tempo passou a caber mais comida. É verdade.
Isso não é uma regra, observo também que tem dias que o estômago está mais sensível, em outros mais predisposto, sem contar que o que se come também conta muito.
Estou falando de mim viu gente, minha experiência, cada um deve vivenciar a sua, não estou aqui querendo ser parâmetro pra ninguém!!
Acontece que a minha querida Clarice Bela, Que operou a menos tempo que eu, manifestou essa dúvida outro dia e então eu resolvi falar a respeito.
A pergunta dela foi em torno desta questão, que quantidade eu como hoje, depois de dois anos e dois meses.
Se é realmente maior do que o que comia há um ano atrás por exemplo, se noto que isso vem aumentando gradativamente.
Hoje em dia, como sim uma quantidade maior do que comia com seis meses de cirurgia, mas acho que com um ano já era a mesma quantidade que como hoje. Com estas observações, dependendo do clima, do meu organismo no dia, que diga-se de passagem por não ter um pâncreas como todos, tem dia que não me alimento direito, mas no geral, minha porção é mais ou menos do tamanho desta da foto.
Este foi meu jantar de ontem, e mesmo não tendo conseguido comer tudo o que coloquei no prato (176 gramas), senti que comi além e fiquei me sentindo lotada. Odeio quando isso acontece. (Deduzi que o ideal pra mim, são 150 gramas)
Não como de três em três horas, já tentei muito mas não consigo, então me alimento a cada duas horas e meia, mas não me prendo a isso, já sei quando tenho fome, ou quando é só vontade de comer, então ignoro a vontade e como quando a fome vem!!!
A dúvida da Clarice, pode ser também a de muitos, então espero poder ajudar com este post!!
Bjos pessoal e até breve!!

(Sobras)
E o meu livro? Quem já leu?? Eu acredito que ele possa ajudar bastante, tanto no pré, quanto no pós operatório!!! Caso alguém queira é só pedir através do email - luthfernandes@yahoo.com.br
Comentários
16 Comentários

16 Comentários:

^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo