Resultado do Sorteio: Vida de Borboleta e Um Voo Além

28 janeiro 2014

E chegou o dia do resultado em parceria com Kakau com Limão dos meus dois livros: Vida de Borboleta e Um Voo Além.

Obrigada a todos que participaram!

E a sortuda da vez é: Aline Silva.

Entrarei em contato pelo email fornecido Aline! 
E caso o ganhador não responda em até dois dias úteis  - como está no regulamento - será refeito o sorteio.


Não pague pelas plásticas pós bariátrica!! Este é um direito nosso!!!

26 janeiro 2014

Bom dia Pessoal!!
Este será o tema do meu próximo post, não deixem de ler!!
Fiz abdominoplastia e mamoplastia com próteses de silicone, pelo plano de saúde e vou dizer como consegui!! Aguardem!!!
Bjos e um excelente domingo a todos!!

ATENÇÃO.... Fiquem atentos à postagem, pois somente nela e através dos comentários, responderei perguntas relacionadas!

SOMENTE!

Operados ou não... Que tal mudar os hábitos? Isso faz toda a diferença!

23 janeiro 2014

Pensando nas várias mudanças que ocorreram em minha vida após a gastroplastia, algumas  chamam minha atenção, por serem coisinhas corriqueiras do cotidiano.
Antes de operar eu nunca me sentava para fazer minhas refeições, comia de pé, na frente da TV, usando o computador, comia até em prestações, ou seja, fazia outras coisas entre uma garfada e outra... 
Nunca tirei um tempo exclusivo para me alimentar, aliás, eu não me alimentava, eu comia!! Como já disse aqui, tem muita diferença!!
Hoje não. Hoje me sento, sirvo meu prato com carinho e cuidado, brinco com as cores...
Mastigo muito bem cada alimento contido ali, saboreando, sentindo realmente o sabor e a textura...
Antes não existia alimento que eu não gostasse, engolia inteiro, nem sentia o sabor!!!
Hoje sei exatamente os que mais agradam meu paladar...
Se ia ao centro da cidade, passava em uma lanchonete e pedia logo seis pastéis embrulhados para viagem,  rua afora ia devorando todos eles. 
Normalmente acabava com todos antes mesmo de chegar ao ponto do ônibus.
Continuo gostando de pastéis, mas agora quando como, peço somente um e acompanhado de um copo de suco natural.
Me sento sem pressa e tranquilamente faço meu lanche.
Na maioria das vezes sobra!!!
Antes eu me premiava quando achava que merecia.
Se tirava uma boa nota  me dava uma caixa de bombons, se batia meta no trabalho, saía para um rodízio de massas... 
Tudo girava em torno de comida...
Hoje ainda aprecio comprar um mimo para agradar meu ego, porém, me presenteio com roupas, sapatos, acessórios, livros, não vivo mais me entupindo de comida.
Não engulo mais meus sentimentos.
Aprendi a separar bem as coisas.
Porque estou dizendo isso? Por saber, mas só hoje, que estes hábitos não saudáveis, contribuem muito  a favor da obesidade.
As vezes as pequenas mudanças fazem muita diferença, precisamos identificar onde devemos empregá-las!
Excelente quinta feira a todos!!!


Ps... Sigam-me no instagram e acompanhem meu diário alimentar!

As vezes precisamos parar e pensar. Se for preciso, REpensar...

21 janeiro 2014

Os hábitos saudáveis não estão dentro de um pacotinho com rótulo e instruções, na prateleira de lojas e supermercados.
Precisamos inserir na vida dos nossos filhos e até na nossa própria vida, se não os temos e não os aplicamos no nosso dia a dia.
As vezes me sinto grossa, dura e sinto que outras pessoas pensam da mesma forma, ao ouvirem minhas colocações.
Mas a vida e o que aprendi com ela, me fizeram ser um tanto quanto criteriosa em alguns aspectos, e alimentação é um dos temas que mais me fazem refletir.
Não, eu não fui educada nas estrebarias de Sorbonne, mas talvez na escola do mundo, à qual nenhuma outra se compara.
Se eu ficar enfeitando as palavras, não conseguirei passar minha real mensagem.
Galera, quem precisa ser REeducado, é porque na verdade não foi bem Educado, precisa ser educado outra vez!!
É isso o que acontece com o obeso!
Dura ou não, esta é a verdade e enquanto eu não compreendi isso, não tomei minha decisão e fiquei parada chorando e me lamentando.
Não estou dizendo que nossas mães, não cuidaram direito de nós como filhos, que não nos educaram como se deve, só estou dizendo que no quesito alimentação, na maioria das vezes houve falha na nossa educação e isso precisa ser corrigido em função da nossa saúde.
Podemos nos corrigir e cooperar para a mudança de hábitos de todos ao nosso redor, principalmente se estas pessoas forem nossos próprios filhos, a quem só queremos o melhor.
Inserir atividades físicas no nosso estilo de vida e alimentos saudáveis, em quantidades controladas, em todas as refeições, não deveria ser eventualidade, mas é.
Vivemos em uma época em que o sedentarismo impera e morre-se mais de doenças associadas à obesidade, do que de outras que pensávamos ser muito mais sérias.
Os convido para uma reflexão...
"O que eu posso fazer para melhorar minha qualidade de vida?"
"O que eu posso fazer para ajudar a melhorar os hábitos da minha família e das pessoas do meu convívio diário?"
Precisamos de uma comoção, precisamos de uma atitude, mas para benefícios breves, precisamos de medidas urgentes...
Não deixem sua saúde para depois, pois sem ela, todas as demais necessidades deixam de ser prioridades!!

Beijo grande e até o próximo post!!!

Devaneios e divagações - Um dia de domingo.

19 janeiro 2014

Porque ser feliz é questão de escolhas...
Não creiam que tudo o que digo, penso ou faço, está diretamente ligado ao emagrecimento ou à redução de estômago, mas com toda certeza, às escolhas que faço na vida.
Posso ter motivos para chorar e mesmo assim escolher sorrir e isso não quer dizer que eu seja uma pessoa falsa.
Quer dizer apenas que eu escolhi ser feliz apesar dos problemas.
Um ano acabou, e já estamos no fim do primeiro mês, de outro novinho...
Você já fez algo em seu próprio benefício?
Já fez alguma coisa para ajudar o próximo?
Já começou a viver?
Você pode escolher ter atitudes concretas, ou ficar sentado esperando o tempo passar, sempre de mal humor, reclamando de tudo e de todos.
Mas eu sinto-me no dever de informar que o tempo não vai parar por sua causa, nem por minha causa, nem por causa de ninguém!!!
Eu....
Bem, eu escolho seguir, sempre seguindo!
E sempre sorrindo!!
Beijo grande pessoal e lembrem-se sempre de que assumir riscos, é também aceitar consequências!!!

Tudo novo de novo!

18 janeiro 2014


Bom dia pessoal!!
Na verdade este deveria ter sido o primeiro post de retorno, mas quis mostrar a vocês um pedacinho do meu livro novo, que realmente me define.
Então, como eu havia prometido em publicações passadas, estou neste momento voltando com minhas postagens regulares, para que meus leitores antigos e fiéis, não sintam-se negligenciados por mim depois de já ter emagrecido.
Sabemos que é isto o que acontece muitas vezes, não é mesmo pessoal?
As pessoas fazem um blog para compartilharem suas experiências, tornam-se solícitas, amigas da blogosfera inteira, conseguem o que queriam e desaparecem.
Não é o meu caso e aqueles que de fato me conhecem o mínimo que seja, sabem disso.
Enfim, mesmo em meio à correria total que se tornou minha vida pós lançamento de dois livros, com tantas entrevistas em rádio e televisão, palestras, exposições dos meus livros e a vida pessoal que não deixa de existir em função das demais coisas, reservo à partir de agora, um tempinho diário para "nós".
Minha vida hoje é bem normal... Após mais de três anos da cirurgia bariátrica, após melhora significativa dos meus problemas de saúde e total reconciliação com meu "EU", sou uma pessoa completa e feliz.

Os assuntos vão ficando cada vez menos específicos, logo, peço que se tiverem algum tema em especial que gostariam que fosse abordado por mim, sugiram através dos comentários e falarei sobre eles com prazer.
No mais, deixo para vocês nesta manhã de sábado, algumas fotos de ontem, sexta feira, quando estive na cidade onde nasci, em entrevista para rádio e TV, falando sobre meus dois livros, e autografando em uma livraria.


Ps... O blog foi inteirinho reformulado para vocês e por vocês e vem mais novidades por aí, sigam na opção participar deste site e concorrerão aos sorteios de "Vida de Borboleta" e "Um Voo Além"!

Meu diário alimentar está no Instagram, novidades fresquinhas no Facebook, e atualizações instantâneas, no Twitter.
Sintam-se à vontade para seguir em todas as redes!

Beijo grande pessoal e até breve!



 



Para vocês, de "Um Voo Além" ... O texto que me descreve!

16 janeiro 2014

Muito Prazer, Lu Fernandes!

Você que me lê agora, já experimentou um carinho muito simples, chamado massagem no ego?
Recomendo! É o melhor que existe!
Não é fácil fazer uma auto avaliação.

Segundo Freud - “Não somos apenas o que pensamos ser.
Somos mais: somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos 'sem querer'.”

Falar de nós mesmos, nos faz pensar em nós mesmos...
Tendo vivido tantas coisas, ou sobrevivido, que acredito ser a palavra mais pertinente, sinto-me hoje com uma grande necessidade de me redefinir.
Algumas coisas são imutáveis, mesmo que se transformem, a essência permanece.
A mulher que sou hoje, ainda tem muito da menina que fui um dia.
Deixei para trás inseguranças, medos e incertezas.
Encontrei em mim uma vontade tão grande de viver, de usufruir dos pequenos prazeres, que de verdade, enquanto vivi escondida, presa em meu próprio mundo, não imaginei que pudesse existir.
Descobrir a vida, apreciar o efêmero, me embebedar pelo belo e enfim retornar à sobriedade foram dádivas recebidas, pelas quais agradeço todos os dias.
Quando me decidi pela cirurgia bariátrica, sabia que minha vida iria mudar.
Que estas mudanças seriam impactantes, mas resolvi pagar o preço.
Como puderam acompanhar desde o volume anterior, houve realmente um preço alto, pelo qual paguei com alegria.
De certa forma, fui amadurecida pelos percalços, moldada pelas dificuldades e como já mencionei em “Vida de Borboleta”, se precisasse passar por tudo novamente, não mudaria nada.
Hoje, reconheço que minha postura em relação a muitas coisas, mudou.
Como costumo dizer, sou a mesma, mas em uma versão melhorada.
Continuo sendo a menina neurótica, que não sai de casa sem tomar água e sem ir ao banheiro.
Ao mesmo tempo, uma mulher que com a vida já aprendeu muitas coisas, mas que ainda tem muitas mais a aprender.
Encontrei em mim, qualidades que considero admiráveis, e descobri defeitos que nem imaginava ter.
Hoje valorizo o simples, aprecio a beleza das flores, embriago-me com os perfumes que a vida me oferece, e isso é bom!
Da menina que eu era não sinto saudades, pois para mim, saudade nada mais é do que o corpo dizendo para onde ele quer voltar e a menina viveu em um tempo, para o qual a mulher que sou hoje, não gostaria jamais de voltar.
A mulher que sou hoje é firme, decidida, madura.
Traça metas reais e não descansa até conseguir alcançá-las.
Ela erra, mas não sente vergonha de se corrigir, nem mesmo de se desculpar sempre que necessário.
Ela sofre, mas levanta a cabeça e segue em frente, pois acredita que a vida é curta demais, e que já desperdiçou tempo demais.
Ela chora, mas já se convenceu de que é mais bonita sorrindo e considera um absurdo borrar um bom rímel!

Brincadeiras à parte, a mulher que sou hoje, está em perfeita sintonia com sua voz interior, ou seu “alter ego”, lembram-se dele?

Acredita que mesmo em meio aos problemas, “a felicidade mora logo ali” e é atrás dela que vai todos os dias.

Enfim, hoje tenho uma nova vida, sem abrir mão dos meus princípios ou dos meus valores, que são o que compõem minha essência, a pessoa que realmente sou.

A borboleta continua batendo suas asas imaginárias, alçando voos cada vez mais altos, cada vez mais distantes, porém, sem jamais tirar os pés do chão.




Depois de tudo isso, sinto-me muito feliz em dizer:

- Muito prazer...





Agora sim, sou a Lu Fernandes!



^
© Gastro Feliz |2014. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Karina Enésio.
imagem-logo